Os carros para a nova temporada da Fórmula 1

Estes são os carros que vão estar na grelha de partida para a nova temporada da Fórmula 1. Ready, Set, Go!

É já no próximo mês que arranca a nova temporada do Campeonato Mundial de Fórmula 1. Como tal, começam a ser revelados a conta gotas os carros que vão participar na prova rainha do automobilismo mundial.

A NÃO PERDER: Para onde vão os carros de Fórmula 1 depois de terminar o campeonato?

Em relação à temporada de 2016 há mudanças nos regulamentos, alterados com o objetivo de melhorar os tempos por volta até cinco segundos. Entre as principais alterações está o aumento da largura da asa dianteira para 180 cm, a redução da asa traseira para 150 mm, um aumento da largura dos quatro pneus (para gerar uma maior aderência) e o novo limite mínimo de peso, que sobe para os 728 kg.

Por tudo isto, a nova temporada promete carros mais rápidos e uma disputa renhida pelos lugares cimeiros. Estas são as «máquinas» que vão estar na grelha de partida do mundial de Fórmula 1:

Ferrari SF70H

Depois de uma temporada um pouco aquém das expectativas, o construtor italiano quer voltar a colar-se à Mercedes na disputa pelo título. De regresso estão os experientes Sebastian Vettel e Kimi Raikkonen.

Force India VJM10

O mexicano Sergio Perez e o francês Esteban Ocon compõem a dupla de pilotos que vai tentar levar a Force India ao pódio do Mundial de Fórmula 1, após o surpreendente quarto lugar no ano passado.

Haas VF-17

A julgar pela sua prestação na temporada passada, a primeira da Haas no Mundial de Fórmula 1, a equipa americana será também uma das equipas a ter em conta para a temporada que se avizinha entre os não candidatos à vitória. Segundo Guenther Steiner, responsável pela equipa, o novo carro é mais leve e eficiente em termos aerodinâmicos.

McLaren MCL32

Orange is the new black… E não, não estamos a falar da série de televisão norte-americana. Foi esta a cor escolhida pela McLaren para atacar a próxima temporada. Além dos tons mais vivos, o monolugar continua a contar com um motor de origem Honda. Ao comandos do McLaren MCL32 vai estar Fernando Alonso e o jovem Stoffel Vandoorne.

Mercedes W08

De acordo com a própria Mercedes, os novos regulamentos vão diminuir o fosso entre o construtor alemão e a concorrência. Por isso – e além da retirada do campeão em título Nico Rosberg, que foi substituído pelo finlandês Valtteri Bottas – a revalidação do título alcançado na temporada transata será tudo menos uma tarefa fácil para a Mercedes.

Red Bull RB13

Foi com os olhos postos no título mundial – e uma ligeira provocação à concorrência… – que a formação austríaca apresentou o seu novo carro, um monolugar sobre o qual recaem enormes expectativas. Quem não conseguiu esconder o entusiasmo foi Daniel Ricciardo, que apelidou o RB13 de «carro mais rápido do mundo». A Mercedes que se cuide…

Renault RS17

A marca francesa, que no ano passado regressou à Fórmula 1 com a sua própria equipa, estreia esta temporada um carro completamente novo, inclusive o motor RE17. O objetivo é melhorar o nono posto alcançado em 2016.

Sauber C36

A equipa suíça volta a competir no Mundial de Fórmula 1 com um monolugar com motor Ferrari mas com um novo design, o que poderá catapultar a Sauber para lugares mais cimeiros da classificação.

Toro Rosso STR12

Para a temporada de 2017, a Toro Rosso vai voltar a recorrer a um motor de origem Renault para o seu monolugar, depois de na época passada ter optado por um motor Ferrari. Outra das novidades resume-se à parte estética: graças aos novos tons de azul, as semelhanças com o carro da Red Bull serão coisa do passado.

Williams FW40

A Williams não resistiu e foi a primeira equipa a revelar o seu carro de forma oficial, um carro que faz referência ao 40º aniversário do construtor britânico. Felipe Massa e Lance Stroll têm nas mãos a responsabilidade de melhorar o 5º lugar da temporada passada.

Segue a Razão Automóvel no Instagram e no Twitter