650 carros destruídos em França na noite de Ano Novo

Quando a cabeça não tem juízo, o automóvel é que paga.

Está a tornar-se numa tradição anual em França. Desde a década de 90 que quase todos os anos largas centenas de carros são incendiados durante os festejos da passagem de ano, como forma de protesto nas zonas mais pobres do leste de França e periferia da capital francesa. Apesar dos esforços da polícia para manter a ordem, este ano 650 carros acabaram por ser consumidos pelas chamas.

A NÃO PERDER: Este Lancia 037 é o teu presente de Natal atrasado

Na sequencia dos incidentes 622 pessoas foram detidas, das quais 300 serão levadas a tribunal. “A policia recebe instruções para não provocar os jovens, e por isso não tem capacidade para prevenir os incêndios. Além disso, com as ameaças mais graves de terrorismo no país não sobra tempo para a polícia se dedicar a este tipo de incidentes mais pequenos”, explica Claude Rochet, um antigo membro do governo francês.

Alguns dos incêndios ficaram registados em vídeo:

https://youtu.be/BafQDwMIRsI

Segue a Razão Automóvel no Instagram e no Twitter