Ford Fiesta RS: o derradeiro pocket-rocket

Do Mundial de Ralis diretamente para a tua garagem. Será esse o espírito do Ford Fiesta RS? Esperamos que sim…

A Ford acaba de apresentar a nova geração do Ford Fiesta, um modelo que parece ter todas as condições para perturbar os rivais do segmento B (leia-se Volkswagen Polo, Opel Corsa, Peugeot 208, Kia Rio, Seat Ibiza, etc). Apesar das várias versões apresentadas, ficou a faltar uma… a versão RS!

Graças à imaginação do X-Tomi Design, temos agora um vislumbre muito convicente do aspecto que poderá assumir um hipotético Ford Fiesta RS.

A cor “Azul Nitro”, as jantes de maiores dimensões, a sigla RS na grelha e os para-choques mais proeminentes e desportivos, transformam o Ford Fiesta RS numa versão “à escala” do «todo poderoso» Focus RS.

A NÃO PERDER: É por isto que gostamos de automóveis. E tu?

Quanto às especificações técnicas, caso o Ford Fiesta RS venha a ser produzido – recordamos que a Ford quer alargar a gama RS, portanto é muito provável que este modelo receba «luz verde» – podemos esperar especificações técnicas que prometem deixar a concorrência a milhas de distância.

Joe Bakaj, engenheiro chefe da Ford, em declarações à Autocar não descartou a possibilidade do Ford Fiesta RS recorrer a um sistema de tração integral: “a plataforma do novo Fiesta, em termos gerais, pode contar com tração integral”. Quanto ao motor, uma unidade derivada do atual motor 1.5 Ecoboost de 180 cv é a opção mais provável. A potência poderá subir dos atuais 180cv para uns mais expressivos 230 cv de potência.

RELACIONADO: Quatro décadas de Ford RS modelo a modelo

O único modelo no segmento B que poderia chegar aos «calcanhares» de um Ford Fiesta RS com estas especificações seria o Audi S1 (também equipado com tração integral e 230 cv de potência). Era uma excelente prenda da Ford para todos os amantes de pocket-rockets, não achas?

Segue a Razão Automóvel no Instagram e no Twitter

Mais artigos em Notícias

Os mais vistos