Salão de Paris 2016

Volkswagen I.D. é o novo «hatchback» elétrico com 600 km de autonomia

A Volkswagen revelou finalmente o concept do modelo que promete ser  “tão revolucionário como o Carocha".

Nem foi preciso esperar pelo início do Salão de Paris, a Volkswagen acaba de revelar as imagens do concept do seu futuro hatchback elétrico. Um protótipo que marca assim o início de uma nova era na marca de Wolfsburgo.

Chama-se Volkswagen I.D. é o primeiro modelo de uma nova gama de veículos elétricos da Volkswagen, produzidos sob a nova plataforma modular elétrica da marca alemã (MEB), que irá acolher desde citadinos às berlinas de luxo de segmentos superiores, todas com motorizações 100% elétricas.

Em termos estéticos, este protótipo terá dimensões que o situam entre um Golf e um Polo – mais baixo que um Golf e mais largo que um Polo – e um design que também deverá influenciar os futuros modelos da marca. Neste aspeto, os grandes destaques são a assinatura luminosa futurista com luzes LED, teto panorâmico e as linhas da carroçaria mais aerodinâmicas. Por falar em aerodinâmica, os tradicionais espelhos laterais foram substituídos por câmaras, uma tendência que se tem vindo a verificar nos últimos protótipos futuristas de várias marcas, mas que ainda aguarda a luz verde das entidades reguladoras no que toca à sua implementação nos modelos de produção.

Em relação ao interior, embora não tenha revelado imagens, a Volkswagen garante que foi pensado de acordo com o conceito Open Space.

RELACIONADO: Conhece as principais novidades do Salão de Paris 2016

O Volkswagen I.D. é alimentado por um motor elétrico de 170 cv, cujas baterias permitem uma autonomia entre 400 e 600 km. Quanto ao tempo de carregamento, Matthias Müller, CEO do grupo Volkswagen, já tinha confirmado que o carregamento completo demora apenas 15 minutos (numa tomada rápida).

Além disso, o novo protótipo dá-nos ainda um primeiro vislumbre daquela que será a tecnologia de condução autónoma da marca, com uma particularidade: em modo completamente autónomo, o volante multifunções retrai-se para dentro do tablier, de forma a aumentar o conforto para o condutor, que nesse caso passa a ser apenas um passageiro. Esta tecnologia será estreada nos modelos de produção em 2025.

O Volkswagen I.D. será apresentado ao pormenor já amanhã na capital francesa, mas a versão de produção, que irá posicionar-se ao lado do Golf na gama Volkswagen, só chega ao mercado em 2020. De qualquer forma, as expectativas da Volkswagen são altas: o grande objetivo passa por vender um milhão de modelos elétricos por ano a partir de 2025. Irá conseguir? Estaremos cá para ver.

Mais artigos em Notícias