Mercedes-AMG GT C Roadster: o novo roadster de Affalterbach

Os dois novos Mercedes-AMG GT Roadster e GT C Roadster serão o grande destaque no stand da marca no Salão de Paris.

A marca alemã acaba de revelar os dois novos desportivos a céu aberto que compõem a família Mercedes-AMG GT, que conta agora com cinco elementos. Duas novas versões com diferenças a nível estético e mecânico. Mas vamos por partes.

Começando pela capota de lona, todo o processo de abertura e fecho demora cerca de onze segundos, e pode ser realizado até uma velocidade de 50 km/h. A capota de lona de três camadas de tecido é suportada por uma estrutura ligeira de magnésio, aço e alumínio, que ajuda a manter um baixo centro de gravidade. Para combinar com as onze cores da carroçaria e as dez cores de interior, a capota está disponível em preto, vermelho ou bege.

AMG GT Roadster

À frente, a grelha AMG Panamericana destaca a herança desportiva da marca: 15 lamelas verticais cromadas refletem o visual do atual Mercedes-AMG GT3. O novo para-choques dianteiro realça a largura do desportivo e reforça o visual de estabilidade em estrada. Mais atrás, os novos painéis laterais em alumínio do AMG GT C Roadster foram alargados em cerca de 57 milímetros – exatamente a mesma largura do AMG GT R – quando comparado com o AMG GT Roadster (na imagem acima). Os contornos igualmente mais largos do para-choques traseiro do AMG GT C Roadster melhoram o fluxo de ar na traseira com as saídas de ar de grandes dimensões. Ambas as versões do Roadster incluem um spoiler traseiro integrado na tampa da bagageira.

A NÃO PERDER: Porque é que Steve Jobs conduzia um SL 55 AMG sem matrícula?

Tal como o design exterior, também o aspeto interior enfatiza a largura e robustez. Pela primeira vez, o desportivo está disponível em pele Exclusive Style na cor bege macchiato e bancos AMG performance com o sistema de aquecimento da zona do pescoço AIRSCARF, com temperatura regulável em três níveis, que segundo a marca proporciona uma condução mais agradável com a capota aberta.

Outra das particularidades passa pelo novo sistema de som surround Burmester, que beneficia de uma inovação desenvolvida em conjunto pela AMG e a Burmester: a Ligação Alargada do Subwoofer (ECS). Este novo sistema de reprodução de sons graves com uma gama extremamente baixa de frequências de graves transforma o veículo de “num palco de concerto móvel”.

AMG GT C Roadster

Ambos equipados com o mesmo bloco V8 biturbo de 4.0 litros, é o AMG GT C Roadster quem introduz o maior nível de potência, com 557 cv e 680 Nm, face aos 476 cv e 630 Nm do GT Roadster. Para lidar com este incremento de potência, os engenheiros da marca fizeram pequenas alterações ao nível de hardware e software à caixa de sete velocidades de dupla embraiagem AMG Speedshift DCT, que permite fortes acelerações e respostas mais rápidas às solicitações no pedal.

O AMG GT Roadster pode ser configurado de acordo com as preferências do condutor através do seletor AMG Dynamic Select. Os três modos da transmissão Comfort, Sport, Sport Plus e o modo afinação personalizada Individual permitem uma panóplia de adaptações para uma experiência de condução que varia entre o conforto e a máxima desportividade. O modo de transmissão “RACE” está também disponível para o Mercedes-AMG GT C Roadster.

Em termos dinâmicos, a Mercedes-AMG apostou nas combinações de materiais na estrutura da carroçaria do AMG GT e do GT C Roadster. No chassis e na carroçaria são utilizadas várias ligas de alumínio, enquanto que na estrutura dianteira são utilizadas ligas de magnésio. A estrutura rígida da carroçaria foi ainda especificamente reforçada para suportar o design roadster do veículo: os perfis das longarinas laterais com maior espessura e mais câmaras conferem uma maior rigidez à estrutura. A travessa do tablier está ligada à estrutura do para-brisas por estruturas adicionais de reforço, enquanto um pilar de suporte entre a capota de lona e o depósito reforço o eixo traseiro.

AMG GT C Roadster

VEJAM TAMBÉM: Mercedes-Benz E60 AMG “Hammer”: para homens…

No Mercedes-AMG GT C Roadster, a suspensão desportiva é combinada com o sistema de amortecimento adaptativo AMG Ride Control. O sistema é controlado eletronicamente e adapta automaticamente as características de amortecimento em cada roda às condições atuais de comportamento, de velocidade e da estrada.

Além disso, o AMG GT C Roadster está equipado de série com um bloqueio eletrónico do diferencial traseiro (bloqueio mecânico no Mercedes-AMG GT Roadster), que está integrado no alojamento compacto da caixa de velocidades. De acordo com a marca, não só melhora a aderência das rodas como também permite efetuar curvas a uma maior velocidade, elevando os limites físicos da estabilidade do veículo para um novo patamar.

Os novos Mercedes-AMG GT Roadster e GT C Roadster serão duas das figuras em destaque no próximo Salão de Paris, que decorre entre 1 a 16 de outubro.

Segue a Razão Automóvel no Instagram e no Twitter

Os mais vistos