Acabou. Renault Mégane RS deixa de ser produzido

Bateu recordes, desafiou a concorrência, arrancou sorrisos e pregou-nos alguns sustos. Cessou a produção da terceira geração do Renault Mégane RS.

Ainda a Razão Automóvel não existia quando, no já longínquo ano de 2009, a Renault apresentou o Mégane RS no Grande Prémio do Mónaco. Desse dia em diante, o segmento dos desportivos de tração dianteira nunca mais foi o mesmo.

No que a nós diz respeito, fizemos milhares de quilómetros ao volante de centenas de carros – clássicos, desportivos, familiares, enfim, modelos para todos os gostos! – e de todos esses, um dos mais memoráveis foi sem dúvida o Renault Mégane RS. Andámos a fundo no Estoril, assustámos golfinhos e padres (ver aqui) e ainda sentámos Fernando Pessoa no lugar do pendura (ver aqui)!

RELACIONADO: Novo Renault Mégane RS com tração integral e mais de 300cv?

Sunset Renault MEGANE RS 01

Agora, 7 anos depois e 30.000 unidades mais tarde é altura de dizer-lhe adeus. O último Renault Mégane RS saiu das linhas de montagem de Palencia, Espanha, com destino ao Reino Unido. Como não podia deixar de ser, a Renault vestiu o derradeiro Mégane RS com as suas melhores roupas: especificação Trophy, carroçaria na cor Liquid Yellow, jantes de 19” Speedline, pneus Michelin Pilot Sport Cup 2 e amortecedores ajustáveis Öhlins.

Obrigado Mégane RS! Esperamos que o próximo RS esteja à altura do teu legado.

Segue a Razão Automóvel no Instagram e no Twitter

Mais artigos em Notícias

Os mais vistos