Lotus pondera lançar um SUV e um desportivo 100% elétrico

Para já, a marca britânica parece estar focada no sucessor do Lotus Elise, que deverá ser apresentado até ao final da decada.

Em declarações à imprensa norte-americana, Jean-Marc Gales, CEO da Lotus Cars, confirmou recentemente a intenção de produzir um modelo de grandes dimensões, embora não seja uma prioridade para já. “Os SUV’s são um mercado interessante. Estamos a trabalhar num protótipo, mas ainda não tomámos uma decisão”, referiu o empresário luxemburguês.

Por outro lado, a próxima geração do Lotus Elise parece cada vez mais uma certeza, e poderá chegar ao mercado antes de 2020. Tudo indica que o novo modelo será ligeiramente mais largo para acomodar os airbags laterais entre outros sistemas de seguranças – sem comprometer o peso do veículo, como é apanágio da marca sediada em Norfolk.

RELACIONADO: Lotus Evora 400 Hethel Edition comemora o 50º aniversário da fábrica

Quanto às motorizações, Jean-Marc Gales descartou um sistema híbrido, por acrescentar peso, espaço e complexidade. “Além disso, quando se trata de um modelo leve, é fácil ser eficiente”, afirma. Contudo, o CEO da marca considera que um desportivo 100% elétrico é algo a considerar, mas para um futuro mais distante.

Fonte: Autoblog

Segue a Razão Automóvel no Instagram e no Twitter

Mais artigos em Notícias