Restauro

Mercedes-Benz 220 Cabriolet, um clássico de verão

Quem disse que um clássico da década de 50 não pode ser pintado com flores e borboletas? Conheçam este peculiar restauro do Mercedes-Benz 220 Cabriolet.

Dos mais de 1200 Mercedes-Benz 220 Cabriolet A produzidos no início da década de 50, nenhum outro se destaca como o modelo nas imagens.

Restaurado por especialistas em clássicos, foi transformado numa autêntica obra de arte pelo talentoso pintor japonês Hiro Yamagata. Graças ao talento do artista japonês, o cabriolet alemão ganhou um aspeto exótico e tropical, com praticamente todas as cores do espectro visível.

Conhecido pelo uso de cores berrantes nas suas obras, este novo projeto do artista nipónico — que integra a coleção Earthly Paradise — não foi exceção.

Se olharmos atentamente para as plantas e os animais — na terra ou no oceano — o mundo está repleto de criaturas e cores psicadélicas. Eu apenas pinto a natureza.

Yamagata
Mercedes-Benz 220 Cabriolet A (1)

Quanto às especificações, o Mercedes-Benz 220 Cabriolet A, com suspensão traseira e dianteira independentes com molas helicoidais, está equipado com o bloco de série de seis cilindros em linha com 2.2 l de capacidade e 80 cv de potência, acoplado a uma transmissão manual de quatro velocidades.

A NÃO PERDER: Já conduzimos o Morgan 3 Wheeler: soberbo!

Mais artigos em Clássicos