McLaren F1 não terá sucessor, garante CEO da marca britânica

Mike Flewitt desmentiu os rumores que sugeriam o lançamento de um novo desportivo de três lugares em 2018.

“As pessoas normalmente recordam-se das coisas que gostavam, mas isso não significa necessariamente que é a coisa certa a fazer neste momento. Adoramos o McLaren F1, mas não iremos produzir outro modelo como esse”. Foi assim que Mike Flewitt, CEO da McLaren, respondeu aos rumores lançados na semana passada pela imprensa britânica.

Tudo indicava que a McLaren Special Operations (MSO) estava a trabalhar no sucessor natural do McLaren F1, um novo desportivo “road-legal” alimentado por um motor V8 de 3.8 litros com mais 700 cv de potência, que com a ajuda de um motor elétrico seria capaz de superar os 320 km/h de velocidade máxima.

VEJAM TAMBÉM: Assim eram as entregas do McLaren F1 nos anos 90

Sem querer comentar diretamente os rumores, o CEO da marca foi bastante claro ao dizer que para já, não está em vista a produção de um modelo com essas características.

“Perguntam-me isso constantemente. Normalmente pedem-me um desportivo com três lugares, motor V12 e caixa manual. Mas não acho que um carro assim seja bom para o negócio…”, afirmou Mike Flewitt, à margem de uma reunião de discussão dos resultados financeiros da empresa.

Fonte: Car And Driver

Segue a Razão Automóvel no Instagram e no Twitter

Mais artigos em Notícias

Os mais vistos