Recharge No modo Recharge está a reduzir a sua pegada ecológica.

Obrigado por guardar energia para o que mais importa.

Uma iniciativa
x

Recharge

Estamos a guardar energia para o que mais importa.

Novo Opel Karl agora a GPL

O Opel Karl estendeu a sua dieta. Agora, além de gasolina também pode alimentar-se de GPL. Um citadino onde o destaque é o espaço a bordo e a economia de utilização.

O modelo mais acessível da Opel acaba de ganhar uma versão bi-fuel – conhecida na gama do construtor alemão pelo nome FlexFuel – que tanto funciona a gasolina como a GPL (Gás de Petróleo Liquefeito). Uma proposta alternativa oferece uma utilização mais económica e ecológica.

Equipado com um moderno motor tricilíndrico construído em alumínio – 1.0 ‘atmosférico’, 73 cv de potência – o Opel Karl FlexFuel emite apenas 93 g de CO2 por quilómetro em ciclo misto quando funciona a gás. Isso corresponde ao consumo médio de 5,7 litros de GPL auto a cada 100 km. Convém recordar que este motor é exatamente igual ao da versão «normal» à excepção naturalmente dos elementos referentes ao equipamento GPL – que tal como em todos os produtos GPL da Opel, é instalado de fábrica.

Recorrendo a uma tecla no tabliê, podemos selecionar o combustível que pretendemos: gás ou a gasolina. A gestão eletrónica, com duas unidades de controlo, garante que a transição entre combustíveis é efetuado de forma eficaz.

Preço do novo Opel Karl FlexFuel no mercado nacional

O preço recomendado de venda ao público da nova versão a GPL do KARL é de 13.290 euros, mas até ao final de junho, para um volume restrito de lançamento, a Opel tem em vigor uma promoção que prevê a oferta do valor correspondente ao equipamento de GPL (1300 euros), trazendo a versão FlexFuel para o mesmo preço do Opel Karl ‘normal’: 11.990 euros.

Na próxima semana, fica a saber tudo sobre este modelo. A Razão Automóvel está ao volante do Opel Karl FlexFuel para comprovar as vantagens deste sistema.

Segue a Razão Automóvel no Instagram e no Twitter