Mitsubishi manipulou testes de consumos

As ações da Mitsubishi Motors na bolsa de Tóquio caíram mais de 15 %.

O presidente da Mitsubishi, Tetsuro Aikawa, admitiu a manipulação dos testes de consumos de combustível anunciados pela marca em 4 modelos diferentes. Para já, sabe-se que um dos modelos é o citadino Mitsubishi eK, desenvolvido em conjunto com a Nissan e que é vendido no Japão como Nissan DayZ. Ainda sem confirmação oficial por parte da marca, os modelos vendidos na Europa não deverão ter sido manipulados – os testes são diferentes no mercado europeu e no mercado nipónico.

Segundo a Bloomberg, terá sido a Nissan quem descobriu as irregularidades. No total, terão sido manipulados testes a cerca de 625 mil veículos.

VEJAM TAMBÉM: Qual o melhor Mitsubishi Lancer Evolution de sempre?

Seiji Sugiura analista no Centro de Pesquisa Tokai Tokyo, admite que, salvaguardando as devidas diferenças com o escândalo que envolveu a Volkswagen, este caso “poderá ter um impacto semelhante ao nível das vendas e da reputação da marca”. A Mitsubishi Motors encerrou a sessão de ontem (19/04) na bolsa de Tóquio com uma queda de 15,16%, a maior queda desde julho de 2004.

Fonte: Bloomberg

Segue a Razão Automóvel no Instagram e no Twitter