Brabus 700: para que não gosta de dar nas vistas…

… Pouco! Quando se junta Brabus e Mercedes G63 na mesma frase, é porque vem aí monstro.

A preparadora Brabus resolveu pegar no puro e duro da marca da estrela e dar-lhe um pouco mais de cor e potência. O aspeto exterior é, sem dúvida, a parte mais óbvia deste exercício de excentricidade mas a Brabus garante que as modificações do Brabus 700 vão muito mais além da estética.

RELACIONADO: Condutor checo testa capacidades «off-road» do Mercedes-Benz G500

Com um body kit tão excêntrico, as jantes têm de acompanhar. A carroçaria do Brabus 700 está assente numas “gigantes” jantes de 23 polegadas, revestidas por pneus Yokohama. O interior conta também com modificações onde se destacam os bancos pretos e amarelos em pele, tejadilho em alcantara e pedais desportivos.

A NÃO PERDER: O Mercedes GLE Coupé ainda mais radical

Quanto à motorização, a Brabus não teve meias medidas: o bloco V8 de 5.5 litros passa agora a debitar 700cv (contra os 571cv da versão de série), o que o faz cumprir o sprint até aos 100km/h em apenas 4,9 segundos, antes de atingir os 240km/h de velocidade máxima – nada mau para um monstro com mais de duas toneladas e meia.

Segue a Razão Automóvel no Instagram e no Twitter