Seat Ateca: chegar, ver e vencer?

Ateca, Ateca, Ateca… No showroom da Seat em Genebra só dava Seat Ateca.

Não é caso para menos. O Seat Ateca é um dos modelos mais importantes da Seat dos últimos anos. Após a chamada «leonização» de toda a gama – expressão que significa, em breve trecho, qualidade e design superior e que foi introduzida com a nova geração do Leon (daí «leonização») – esta é a altura ideal para a marca lançar-se num novo segmento: os SUV’s.

Hoje em dia não é fácil para um marca lançar-se num novo segmento. Ao contrário do mercado particulares (40%) que normalmente abraça de forma mais espontânea as «novidades», o mercado de frotas (60%) tende a suspeitar de tudo aquilo que é novo, optando por esperar pelos primeiros sinais de sucesso ou insucesso dos modelos. Motivo? Valor residual.

seat_ateca_genebraRA 1 (1)

RELACIONADO: Seat Ateca Cupra: o SUV espanhol em modo hardcore

Face à dificuldade, o Seat Ateca foi o modelo escolhido para a missão. Plataforma MQB, motores de última geração, design feliz e tecnologia em linha com as melhores ofertas do mercado. Aparentemente o Ateca tem tudo para vencer neste segmento tão competitivo. Será que o Ateca vai chegar, ver e vencer?

Uma passeio estático pelo Seat Ateca

Vamos ter de aguardar mais algum tempo até testarmos o Ateca em estrada, mas sob o brilho intenso das luzes de Genebra o modelo espanhol (com sotaque alemão) não decepcionou. Os materiais são de boa qualidade e o espaço a bordo convence em todas as direcções (510 litros de área na bagageira na versão normal e 485 litros nas variantes com tração integral).

De destacar a posição de condução elevada, a visibilidade para o exterior e o excelente aproveitamento de espaço. O tablier, claramente inspirado no Leon, caracteriza-se uma vez mais por uma linha horizontal orientada para o condutor. Os comandos estão agrupados em bloco e são de fácil manuseio, enquanto os mostradores, como o ecrã central com as suas 8 polegadas, oferece uma leitura rápida e fácil.

Seat_ateca_genebraRA 2

Voltando ao exterior, ressaltam à vista as linhas musculadas do Ateca. Para aumentar a tensão do perfil, os espelhos exteriores assentam nos ombros das portas dianteiras. A secção traseira é bastante esculpida e a posição saliente dos faróis LED traseiros condizem ajudam a dar um ar robusto ao SUV de Martorell. Na frente, destaque para os faróis Full-LED com assinatura e a iluminação de presença que projeta o nome do Ateca no solo – enfim, detalhes.

Tecnologicamente avançado

Através do botão Driving Experience da consola central, podem ser selecionados os modos de condução Normal, Sport, Eco e Individual. As versões de tração às quatro rodas do Ateca acrescentam os programas Snow e Offroad e ainda a função Hill Descent Control. Outro mecanismo muito conveniente é a abertura da bagageira com comando elétrico, que pode ser acionado com um simples gesto do pé e, pela primeira vez, também pode ser fechado da mesma forma. O Ateca vem ainda equipado com o opcional Sistema auxiliar de aquecimento em estacionamento com pré-seleção da temperatura através do comando remoto.

No leque da assistência à condução, os sistemas são muitos: Assistente de Trânsito, ACC com Front Assist (assistência aos engarrafamentos), Reconhecimento de Sinais de Trânsito, Deteção do Ângulo Morto, Alerta de Trânsito Posterior, Top View (quatro câmaras cobrem toda a área circundante), Park Assit 3.0 (que suporta manobras no sentido transversal e longitudinal), o Assistente de faixa de rodagem e Assistente de Emergência. No âmbito da conectividade distingue-se a última geração de Infotainment: Easy Connect, Seat Full Link (que assegura as funções da Apple CarPlay e Android), Seat Connect, Media System Plus, Connectivity Box e ainda duas entradas USB.

Motorizações dos 115 aos 190 cv

A oferta dos motores Diesel começa no 1.6 TDI com 115 CV. O 2.0 TDI está disponível com 150 CV ou 190 CV. Os valores de consumo oscilam entre os 4.3 e os 5.0 litros/100 km (com valores de CO2 entre os 112 e 131 gramas/km). O motor de entrada nas versões a gasolina é o 1.0 TSI com 115 CV. O 1.4 TSI traz a desativação de cilindros em regimes de carga parcial e debita 150 CV. Os consumos e as emissões destes motores ficam entre os 5.3 e os 6.2 litros e entre os 123 e 141 gramas. Os motores TDI e TSI com 150 CV estão disponíveis com DSG ou tração integral, enquanto o TDI de 190 CV recebe de série a caixa DSG.

Equipamento e chegada ao mercado

Em Portugal, o Ateca vai estar disponível em três versões: Reference (nível de entrada- ar condicionado e Media System com ecrã tátil de 5 polegadas, jantes de 16”, volante multifunções em pele e travão de estacionamento elétrico; além de sistemas de segurança como os sete airbags, detetor de fadiga, monitorização da pressão dos pneus e Front Assist); Style (nível intermédio-jantes de liga leve de 17”, luzes traseiras em LED, Climatronic de duas zonas, luzes de curva, Radio Media System com ecrã tátil de cinco polegadas, sensor de luz e chuva, espelhos elétricos e aquecidos, assistente de faixa de rodagem, assistente de máximos e sensores de estacionamento traseiros); e Xcellence (nível topo de gama-estofos em Alcantara ou couro, sistema de luz ambiente multicolor, barras de tejadilho e frisos das janelas cromados, grelha em preto brilhante, os vidros traseiros escurecidos, jantes de 18 polegadas, faróis e luzes de boas-vindas full-LED, câmara de marcha atrás, sensores de estacionamento, de luz e de chuva e ainda sistema de entrada sem chave.)

O Seat Ateca chega a Portugal em junho. Fiquem com a galeria de imagens:

Segue a Razão Automóvel no Instagram e no Twitter

Os mais vistos