Le Mans

BMW X5 Le Mans: o SUV mais radical do mundo

Dizem que as aparências por vezes iludem. Um adágio popular que assenta que nem uma luva no BMW X5 Le Mans, um dos SUV mais radicais de sempre.

Desenvolvido especialmente para comemorar a vitória da marca alemã nas 24 horas de Le Mans em 1999, o BMW X5 Le Mans arrisca-se a ser o SUV mais radical de sempre. Apesar de esteticamente pouco diferir do modelo de produção, é um verdadeiro monstro.

Under the hood respirava um poderoso bloco V12 de 6.0 l com 700 cv  — igual ao do campeão BMW V12 LMR de Le Mans! Graças a este motor e a uma caixa manual de seis velocidades, o BMW X5 Le Mans cumpria o sprint dos 0 aos 100 km/h em menos de cinco segundos. A velocidade máxima foi eletronicamente limitada a… 310 km/h.

À parte do motor, todo o projeto foi relativamente fácil de executar. O motor encaixou com facilidade na dianteira do BMW X5 e o departamento desportivo da marca apenas procedeu a melhorias nas ligações ao solo.

RELACIONADO: Qual é o SUV mais rápido no Nürburgring? O Mercedes-AMG GLC 63 S 4MATIC+
BMW X5 Le Mans

No interior, a bestialidade do BMW X5 Le Mans continua. Encontramos inúmeros elementos que nos remetem de imediato para o universo desportivo: quatro bancos desportivos e manómetros com a temperatura do líquido de refrigeração e pressão do óleo do motor.

O ataque ao “inferno verde”

Em junho de 2001, um ano após a produção do SUV, o piloto alemão Hans-Joachim Stuck fez o Nürburgring ao volante deste SUV e cruzou a meta em 7min49,92s. Um tempo impressionante, abaixo de alguns supercarros que por lá passaram, como é o caso do Lamborghini Gallardo e do Ferrari F430.

Conduzir um SUV com 700 cv em Nürburgring foi das experiências mais assustadoras que já vivi

Hans-Joachim Stuck
RELACIONADO: BMW X5 M chega aos 700cv com a ajuda da G-Power

Mais artigos em Clássicos

Os mais vistos