Mercedes-AMG S63 presta homenagem aos fundadores da marca

Chama-se “Edição 130” e é a  mais recente versão do Mercedes-AMG S63, que celebra a herança alemã dos cabriolet no Salão de Detroit.

Os primeiros automóveis de Carl Benz e Gottlieb Daimler, foram veículos a céu aberto. Por este motivo, a Mercedes-AMG decidiu honrar os pais fundadores da casa alemã com este cabriolet.

À primeira vista, este Mercedes-AMG S63 parece ser igual a qualquer outro cabriolet da gama S. No entanto, o seu acabamento especial de pintura “Alubeam prata”, os componentes em carbono, o bourdeaux que forra os estofos e o preto fosco das jantes de 20 polegadas tornam este open-top de quatro lugares numa edição especial. Tão especial que a produção é limitada a 130 unidades.

A NÃO PERDER: Novo Nissan Micra deverá chegar ainda este ano

Tal como o exterior, as mudanças no interior são subtis. Em regime de exclusividade, é possível encomendar este Mercedes-AMG S63 com estofos de pele em três tipos de cor: Vermelho Bengala, Preto ou Cinza Cristal. E a excepcionalidade não se fica por aqui. Cada Mercedes-AMG S63 é rotulado no seu interior com a designação “Edição 130 – 1 de 130” (ver imagens), e por aí fora. Além disso, aquando da entrega das chaves aos clientes, este receberão um “Pacote de Boas-vindas”, com uma entrega muito especial da chave, dentro de uma caixa de alumínio.

Debaixo do capot não há grandes surpresas. Um motor 5,5 litros V8 biturbo é o suficiente para fazer ‘um brilharete’ dos 0 aos 100 km em 3,9 segundos. A velocidade máxima, eletronicamente limitada, fixa-se nos 250km/h.

Segue a Razão Automóvel no Instagram e no Twitter