Tuning

Trabant restaurado com 266 cv e tração integral

Para gáudio dos adeptos de transformações extremas, este Trabant combina o estilo da velha guarda com a potência dos carros modernos.

O primeiro exemplar do Trabant foi produzido no longínquo ano de 1957, na então República Democrática da Alemanha (RDA). Era um automóvel leve, compacto, relativamente rápido (muito relativamente…), o que naturalmente fez dele um veículo popular na época. No entanto, como tantos outros automóveis da época, foi ficando desatualizado…

O renascimento deste “companheiro de viagem” começou em 2001, na Polónia. Inicialmente restaurado com um motor 1.1 de um Volkswagen Polo, desde então tem sofrido vários upgrades ao motor: 1.3, 1.8 e um 2.0 FSI proveniente de um Golf GTI. Mas o principal avanço aconteceu em 2015.

12250045_880092058735246_5795171859807743518_n

O dono deste Trabant sofreu um acidente ao volante de um Audi TT e na impossibilidade de recuperar o modelo, decidiu dar um novo destino às peças do malogrado TT. Motor, sistema de tração quattro, suspensões, travões e sistema elétrico foi transplantado para o Trabant. Feitas as modificações, o Trabant transformou-se num pocket-rocket de 266 cavalos, 369 Nm de binário máximo e tração integral.

A aceleração dos 0-100km/h cumpre-se agora em apenas 4.5 segundos. Nada mau para um clássico…

Mais artigos em Notícias