Opel Karl: há um novo miúdo no bairro

O Opel Karl é a mais recente proposta da marca alemã para o segmento A. Pequeno, acessível e a apostar numa sobriedade pouco característica dos pequenos citadinos da concorrência, chega ao mercado por menos de 10 mil euros em campanha de lançamento. Nós já o testámos.

As propostas existentes no segmento A alinham, regra geral, pelo lado da personalização. Numa tentativa de atrair um público jovem, cada vez mais afastado do automóvel, a tendência é a de permitir uma maior personalização do automóvel, individualizando-o: “por dentro e por fora, o meu carro é aquilo que eu quero que ele seja” – é mais ou menos isto. Com o Karl, a Opel optou por um caminho diferente.

Design e Interior

Há 10 cores disponíveis e jantes de 14 a 16 polegadas, fora isso não há autocolantes ou grafismos para aplicar, nem milhares de configurações possíveis. Se o design é sóbrio, por outro lado não deixa de esconder uma jovialidade típica do segmento, muito menos os traços característicos da Opel.

Passando para o interior o ar responsável mantém-se. Os materiais são, no geral, de qualidade superior e o feeling que a caixa de velocidades e o volante transmitem, estão acima do expectável para um modelo deste segmento. Fica apenas a faltar o sistema IntelliLink a compor a consola central através de um ecrã de 7 polegadas – este sistema chega no início de 2016 e permitirá a integração do smartphone (Apple CarPlay e Android Auto). Em Janeiro o Opel Karl vai permitir que oiças Spotify e os teus Podcast preferidos, sem nunca tirares os olhos do volante. Até lá a oferta restringe-se ao sistema R300 e R300 BT (Bluetooth, transmissão de áudio e entradas USB/AUX), com rádio e 4 altifalantes.

O espaço a bordo é para cinco passageiros e a Opel reclama o melhor valor da classe para a bagageira: 1013 litros até ao tejadilho. O banco traseiro tem costas assimétricas e permite um rebatimento 60:40. Se as crianças já fazem parte do teu dia-a-dia então podes contar com duas fixações para cadeira de criança ISOFIX nos lugares traseiros.

Novo motor 1.0 ECOTEC

O novo motor 1.0 ECOTEC de 75cv e 95 Nm foi, segundo a Opel, concebido à medida do Opel Karl. Acoplado a uma caixa de 5 velocidades, este motor atmosférico de 3 cilindros e injeção indireta é mais silencioso do que estávamos à espera. O trabalho desenvolvido pela Opel neste novo motor, no sentido de reduzir o ruído, é o grande culpado. Relativamente aos consumos, talvez num teste de longa duração fosse possível retirar outras conclusões neste campo – a unidade que testámos tinha apenas 15 km e ao fim de 320 km percorridos, a média era de 6,5 litros aos 100 km.

Primo do motor 1.0 Turbo, este motor é o mais potente motor de entrada do segmento A. Tanto em auto-estrada como em cidade provou ser suficiente sem nunca termos sentido “falta de motor” nos desafios diários. Já a caixa está bem escalonada, oferecendo conforto e segurança ao volante.

Quanto a prestações, a aceleração dos 0-100 km/h faz-se em 13,9 segundos e a velocidade máxima é de 170 km/h. O consumo de combustível em ciclo misto anunciado é de 4,5 l/100 km, as emissões de CO2 ficam-se pelos 104 g/km.

Segurança e equipamento

No Opel Karl encontramos tecnologias em linha com o segmento e uma estreia absoluta nos pequenos citadinos: alerta de saída de faixa de rodagem. A este equipamento juntam-se outros, numa lista bastante completa: programador de velocidade com limitador, vidros elétricos à frente, ar condicionado de série, volante forrado a couro, volante e bancos dianteiros aquecidos, sensores de estacionamento atrás vidros com isolamento térmico e acústico, teto de abrir elétrico (700€).

No capítulo da segurança e das ajudas à condução podes contar com seis airbags: frontais e laterais para o condutor e o passageiro, e de cortina nos lugares dianteiros e traseiros (todos de série, em todas as versões). O tradicional ABS, programa eletrónico de estabilidade ESP PLus e sistema de controlo de tração TC Plus também marcam presença. A completar a oferta estão o sistema de assistência ao arranque em subidas (“Hill Start Assist”) de série, a câmara dianteira com aviso de saída de faixa, uma função de luz de curva integrada nos faróis de nevoeiro e a direção assistida variável de acordo com a velocidade (com modo “City”).

Há ainda 3 packs de equipamento disponíveis: pack inverno (350€ – bancos dianteiros e volante aquecidos, volante forrado a couro), pack style c/ jante estrutural (faróis de nevoeiro com luz de curva, alerta de saída de faixa e jantes em liga estrutural com 15 polegadas), pack style (700€ – faróis de nevoeiro com luz de curva, alerta de saída de faixa e jantes em liga leve com 16 polegadas).

Opel OnStar chega em 2016

A partir de 2016 e a juntar-se ao Sistema IntelliLink estará o Opel OnStar. Este sistema vai permtir, para além do apoio ao condutor em caso de emergência (contato voz com condutor e assistência/equipa de emergência em caso de acidente) transformar o Opel Karl num hotspot wi-fi de internet 4G/LTE, com possibilidade de ligação até 7 dispositivos móveis. Este sistema já conta com 7 milhões de utilizadores em todo o mundo, assistidos 24h/dia e 365 dias/ano por uma equipa de operadores que trabalha através de Lutton, no Reino Unido. O Opel Karl tem garantia de 5 anos ou 100.000 km.

Preço e campanha de lançamento

O Opel Karl está disponível no mercado nacional com um preço de 11.850 euros. A Opel tem uma campanha em vigor com um desconto que pode ir até aos 2450 euros (450 euros de equipamento, até 1000 euros por um carro para abate e 1000 euros de oferta se o cliente fizer um crédito através da Santander Consumer).

Segue a Razão Automóvel no Instagram e no Twitter

Mais artigos em Testes