BMW 750d xDrive chega em 2016 com 4 turbos

A BMW prepara uma nova ofensiva mecânica, para dotar a mais recente geração do Serie 7 G11/12 com uma configuração inédita de 4 turbos num Diesel, uma estreia neste segmento das berlinas de luxo.

Até agora o bloco mais potente a Diesel, presente na nova geração G11/G12 do serie 7, é proposto pelo bloco B57, que toma forma em 2 variantes de potência: 265 cavalos no 730d e 320 cavalos no 740d. Mas a BMW reserva planos mais ambiciosos para 2016 no que ao desenvolvimento do bloco B57 diz respeito.

Até agora com o código interno de B57TOP, o futuro BMW serie 7 com a designação 750d, será o responsável por estrear a versão revista desta mecânica Diesel de 3L e 6 cilindros, com sobrealimentação via 4 turbocompressores, elevando a potência para os 408 cavalos e o binário máximo para os 800Nm. Dado os valores de potência e binário, o 750d estará apenas disponível com caixa ZF de 8 velocidades e tracção integral XDrive.

VEJAM TAMBÉM: Este BMW M4 tira o sono a qualquer um

No que toca à maneira como a BMW irá abordar a tecnologia que já dispõe no bloco B57, com a configuração tri-turbo, ainda permanece tudo no segredo dos deuses para os lados de Munique. Há rumores que apontam para que a configuração actual do B57 se mantenha e apenas será introduzido um compressor eléctrico. Mas também é possível que se possa optar por introduzir 2 turbocompressores de menores dimensões e outros 2 de maiores dimensões.

Em qualquer um dos casos, o objectivo da BMW é claro: aumentar a potência, fornecer uma curva de potência constante e erradicar o “turbo-lag” de vez. A certeza que fica é que o BMW 750d será uma das berlinas Diesel com motor de 6 cilindros em linha mais potentes do mercado.

No futuro, o novo bloco B57Top, será responsável por animar tanto o 750d como os novos modelos M50d, desde o serie 5, até aos SUVS X, com destaque para o futuro X7 M50d.

2016-bmw-7-30_1200

Segue a Razão Automóvel no Instagram e no Twitter

Mais artigos em Notícias

Os mais vistos