A Volvo comprou a Polestar. E agora?

Desde 1996 que a Volvo e a Polestar têm uma parceria. Os modelos mais radicais da marca sueca são a partir de agora construídos em casa, depois da Volvo ter comprado 100% da Polestar.

A Polestar está dividida em duas áreas: racing e performance. A primeira é uma divisão especializada em desporto motorizado, que nos trouxe modelos icónicos do Swedish Touring Car Championship como o Volvo 850 Touring Car. A segunda é uma divisão desportiva que se tem dedicado ao tuning de modelos da Volvo, em parceria estreita com a marca sueca.

Currículo de luxo
A Polestar lançou o Volvo S60 Polestar, uma berlina capaz de cumprir o tradicional sprint dos 0-100 km/h em 3.9 segundos e atingir uma velocidade máxima superior a 300 km/h. Se as credenciais da Polestar se fazem valer pelas especificações técnicas, quando postas em prática assumem de “peito aberto” a vocação desportiva: o Volvo S60 Polestar bateu o recorde de Laguna Seca para um carro de produção de 4 portas, igualando o tempo do Audi R8.

Uma divisão desportiva oficial e investimento em motores elétricos
A Polestar passa a partir de agora a jogar em casa com os dois pés, uma vez formalizada a aquisição de 100% do capital. Podemos esperar novos modelos e mais novidades nos próximos anos. Com uma divisão desportiva “à mão de semear” as possibilidades são infinitas para uma marca como a Volvo. O desenvolvimento e aplicação de motores eléctricos será um dos objetivos já traçados.

Duplicar vendas em 2016
Rentabilizar é a palavra de ordem. Até ao final do presente ano a Volvo espera vender 750 unidades do Volvo S60 e V60 Polestar a nível mundial. No próximo ano esse número poderá ultrapassar as 1500 unidades. O objectivo é fazer crescer a divisão desportiva da Volvo ao ritmo de 1000 a 1500 unidades/ano nos próximo anos.

Valor da operação não foi revelado
Apesar do valor da aquisição da Polestar não ter sido revelado, sabe-se que os funcionários passarão a ser funcionários da Volvo. Espera-se que a proximidade também traga um alargamento dos horizontes da marca envolvendo outros modelos.

Volvo XC90 Polestar?
Em cima da mesa está um projeto de desenvolvimento do motor T8 que equipa o Volvo XC90, que poderá ver a sua potência aumentada para lá dos 500 cv. Este motor de 2 litros tem um turbo e um supercompressor, bem como o auxílio de um motor elétrico, conseguindo obter atualmente uma potência combinada de 400 cv.

Segue a Razão Automóvel no Instagram e no Twitter

Mais artigos em Notícias