Nos bastidores do Campeonato do Mundo de Resistência

O Campeonato do Mundo de Resistência (WEC) está em pleno crescimento. Aquilo que vimos nos bastidores do WEC são prova da validade da fórmula encontrada pela FIA para promover esta modalidade.

Equipas de fábrica, motorhomes gigantes, camiões, staff, milhares de pneus e litros de combustível, o Campeonato do Mundo de Resistência impressiona pelos meios envolvidos. Nunca estive no paddock de um Grande Prémio de Fórmula 1, mas com as devidas diferenças de budget, o espectáculo é impressionante.

WEC 6h Spa 2015-69

Percorrendo as ruas improvisadas com camiões, do paddock de Spa-Francorchamps neste deste fim-de-semana de corridas, sinto que sou dos poucos que pode deambular pelo espaço, aparentando ter pouco que fazer. Todo o resto do staff que me circunda (equipas técnicas, patrocinadores, convidados) nota-se que estão tensos e preocupados com os acontecimentos em pista.

#WEC6hSpa – > SIGAM-NOS NO INSTAGRAM PARA IMAGENS EM DIRECTO

Em contra-ponto, o ambiente que se vive nas bancadas e junto do público em geral é muito mais descontraído. Tudo porque 6 horas de corrida permitem ao público desviar a atenção para o convívio. Perdi uma passagem? Não tem problema, vão haver centenas delas.

Na verdade, quanto mais próximos estamos da acção, mais a tensão cresce. Dentro das boxes as conferências entre os engenheiros sucedem-se. Tomam-se decisões a todo o instante e revê-se em tempo real a estratégia que ainda há poucos minutos tinha sido delineada. É a beleza das corridas! As variáveis são tantas que é impossível planear tudo sem falhas.

Neste conjunto de imagens, tentámos captar um pouco do espírito que se vive no paddock. Esperamos que gostem:

Não deixem de nos seguir no Facebook e Instagram