Mercedes Benz Classe G amadurecido para 2016

A Mercedes Benz dotou o seu veterano em produção com algumas melhorias. Tudo em nome da preservação deste mito vivo, que é o Mercedes Classe G.

O último dos “puros e duros” recebeu alguns toques estéticos e melhorias substanciais ao nível mecânico, mas não pensem já que vai mudar de cara, até porque ao longo destes 36 anos de produção o carisma do Classe G deu muito trabalho a cimentar. O resto ficou a cargo das suas credenciais fora de estrada.

O Classe G, que estará disponível em 2016, contará com 2 condimentos que vos farão esquecer qualquer outro aspeto. Falamos de motores mais potentes e menores consumos, ainda estão realmente interessados nas mudanças estéticas?

2016-Mercedes-Benz-G-Class-Static-3-1680x1050

Mas vamos lá dissecar o que muda no Classe G para 2016. Porque “em equipa que ganha não se mexe”, a Mercedes optou por esteticamente apenas redesenhar os pára choques do Classe G e nas versões AMG, as ilhargas da carroçaria são agora mais largas, reforçando o aspeto musculado. Para o efeito “bling” existem novas jantes de 18 polegadas.

O melhor de tudo está reservado à casa das máquinas, aí sim podemos dizer que o Classe G ganha novos argumentos para continuar competitivo. Toda a gama de motores foi revista, sendo que todos estes ficaram a ganhar com melhorias ao nível da potência e consumos.

A NÃO PERDER: Conheçam o Mercedes AMG GT S dos mares

É sobretudo o novo Mercedes Benz G500 que se torna a estrela de um palco maior e isto por uma simples razão: o Classe G500 recebeu um transplante cardíaco do AMG GT e C63 AMG. Sim, falamos da introdução do bloco M178, o prodigioso 4 litros V8 biturbo, agora no G500 – «monstro» conta com 422 cavalos e 610Nm. mas as novidades não se ficam por aqui – a versão diesel do Classe G, o G350, vê a potência crescer para os 245 cavalos e 600Nm de binário.

Já nas versões AMG, o bloco M157 do G63 AMG, um 5,5 litros V8 biturbo vê a potência ascender aos 571 cavalos e 760Nm. O suprassumo G65 AMG (M279), uma força bruta da natureza de 6 litros, V12 e biturbo, apresentação com uma potência de 630 cavalos e 1000Nm.

Se apenas querem saber da «cereja no topo do bolo», as mais musculadas versões AMG receberam um tratamento especial. Tão especial que existe uma versão exclusiva denominada Edition 463 que pode ser escolhida tanto no G63 AMG como no G65 AMG. Neste Edition 463 as diferenças para os restantes passa pelos interiores, que contam com a introdução de componentes em fibra de carbono e presença de pele nappa.

2016-Mercedes-Benz-G-Class-Urban-3-1680x1050

Para atenuar os consumos, o G350 Diesel, G500 e G63 AMG receberam um sistema start/stop. O Classe G continua a estar assente num chassis de longarinas que a Mercedes afirma ainda estar longe dos limites. No entanto, o ESP recebeu melhorias de software, assim como o ASR e ABS, tudo para que o Classe G continue com maneiras civilizadas e distâncias de travagem referenciais na sua classe.

Existem também novas cores para o Classe G nas versões AMG: Raio Solar (Amarelo), Vermelho Tomate, Verde Extraterrestre, Raio Por do sol (laranja) e um não menos chocante, roxo suave denominado de “Raio Galático”.

Mais artigos em Notícias