Porsche Cayenne 2015 apresenta-se com nova imagem

A poucos dias do Salão de Los Angeles, a Porsche apresenta as atualizações operadas no Cayenne.

As grandes diferenças operadas na nova Porsche Cayenne começam logo pela nova estética. As mudanças foram pontuais mas certeiras, o SUV alemão está agora mais equilibrado e agradável, notando-se alguma aproximação ao seu irmão mais novo, o Macan.

As grandes mudanças surgem no plano mecânico, com uma nova e vasta gama de oferta de motorizações todas servidas pela caixa Tiptronic S de 8 velocidades. A versão base do Porsche Cayenne surge associada ao bloco 3.6L V6 com 300 cavalos e 400Nm de binário máximo, capaz de uma aceleração dos 0 aos 100km/h em 7,7s e uma velocidade máxima de 230km/h. Esta versão anuncia consumos médios de 9,2l/100km.

wallpapercayenne

Na versão S surge novamente o bloco 3,6l V6, agora auxiliado por dois turbocompressores, elevando a potência para os 420cv e 550Nm de binário máximo, a performance cifra-se em 5,5 segundos dos 0 aos 100km/h e 259km/h de velocidade máxima, com um consumo médio declarado de 9,8l/100km.

Para além da proposta desportiva Cayenne S, a Porsche contempla também o mais recente Cayenne S E-Hybrid, equipado com o bloco V6 de 3,0l de 333cv coadjuvado por um motor elétrico de 95cv. A potência combinada dos dois motores é de 416cv e 590Nm de binário – uma vez que o motor elétrico nunca debita a potência máxima em simultâneo com o motor térmico.

O Cayenne S E-Hybrid é capaz de acelerar dos 0 aos 100km/h, em 5,9s e alcançar os 249km/h de velocidade máxima. Mas o melhor são mesmo os consumosque podem alternar entre 8,2l/100km circulando apenas com o motor térmico e uns recordistas 3,4l/100km com ajuda do motor elétrico, sempre que as baterias de 9,4kWh tenham energia. Mas as capacidades impressionantes da Cayenne S E-Hybrid não esgotam por aqui, com locomoção puramente elétrica a Cayenne S E-Hybrid é capaz de atingir os 125km/h percorrendo um máximo de 36km.

wallpapershybrid

Mas a versão que mais paixões vai despertar é o Cayenne GTS, menos vocacionada para os percursos degradados e mais focada em devorar estradas com bom piso da forma contundente e divertida. Para criar provocar os eixos, a Porsche voltou a escolher o bloco 3.6 L V6 Twin Turbo, mas desta feita com a potência esticada para os 441cv e 600Nm de binário máximo.

As performance deste «monstro» 24mm mais rebaixado e suspensão PASM com acerto especifico catapultam o modelo alemão para os 262km/h de velocidade máxima e demora apenas 5,2s dos 0 aos 100km/h. Os consumos anunciados (não sendo muito importantes neste modelo…) cifram-se em 10l/100km.

wallpapergts

Para aqueles que dão valor acima de tudo às performances em linha reta, no topo da cadeia alimentar encontramos o Cayenne Turbo, equipado com o bloco 4.8L V8 Twin Turbo de 520 cavalos e 750Nm de binário, consegue catapultar este «gigante» de quase duas toneladas e meia para os 100km/h em apenas 4.5s atingindo os 279km/h de velocidade máxima. Os consumos médios, segundo a marca, ficam-se pelos 11.2l/100km. Claro que sim…

A oferta Diesel na Cayenne resume-se apenas a 2 versões, a de acesso e o Diesel S. O bloco 3.0 V6 debita 262cv e 580Nm na versão de acesso sendo que na Diesel S, equipada com o bloco 4.2L V8 a potência ascende aos 385cv e 780Nm de binário. O primeiro consegue valores de 7,3s dos 0 aos 100km/h e 221km/h, com a S Diesel a ganhar 1,9s dos 0 aos 100km/h e a atingir 252km/h de velocidade máxima.

De frisar que os pacotes Sport Chrono para a Cayenne S e GTS retiram 0,1s na aceleração dos 0 aos 100km/h, outra das novidades da Cayenne para 2015 passa pelo sistema de fecho de portas automático, o botão para rebaixar a traseira e facilitar o plano de carga e a iluminação LED com os sistemas PDLS e PDLS Plus, capazes de gerir a iluminação de modo totalmente automático e adaptativo.

Segue a Razão Automóvel no Instagram e no Twitter

Mais artigos em Notícias