Celebrando os 25 anos do Mazda MX-5

OMazda MX-5 celebra este ano o seu 25º aniversário, tendo sido apresentado no salão de Chicago de 1989. Desde então, tornou-se o sports car com mais sucesso de sempre, com as vendas a ficarem perto de um milhão de unidades em 3 gerações. E não deverá ficar por aqui, com apresentação da nova geração já em 2015.

Para começar com as celebrações, nada como recordar o primeiro MX-5 com um pequeno mas substancial vídeo sobre as origens da máquina. Jay Leno, convida para a sua famosa garagem dois dos principais intervenientes no nascimento do MX-5 (ou Miata nos Estados Unidos da América), onde se destaca Bob Hall, então jornalista na Motor Trend e Tom Matano, o designer que daria as linhas finais e icónicas ao eterno roadster, com as primeiras discussões hipotéticas sobre um pequeno sports-car pela Mazda a surgirem ainda na década de 70.

Evocando o espírito dos pequenos sports cars ingleses da década de 60, onde se destaca o referencial e inspirador Lotus Elan, o MX-5, desde a sua apresentação em 1989, tem sido sinónimo de diversão ao volante. Nunca vencerá um duelo de performances puras, mas o peso contido e um chassis de excepção, ajudam a colmatar essa “falha”, garantindo uma experiência de condução única e até superando propostas bem mais possantes e caras.

Têm dúvidas? Vejam este MX-5 a dar uma tareia a “potências instituídas” no Circuito de Sebring.

Apresentem-lhe uma estrada com curvas, e deverão ser poucos os que cativam pela sua fluidez, comunicação e imediatez de resposta como o MX-5.

Mx5-NA

Junte-se um preço e custos razoáveis, fiabilidade acima da média, potencial imenso de personalização e extracção de performance, bem como uma generalizada falta de concorrentes (houve um surto a meio da década de 90, mas já não resta nenhum), e percebe-se o sucesso continuado deste icónico e histórico automóvel ao longo de 25 anos. E não fica por aqui…

É já em 2015 que veremos a nova geração do Mazda MX-5, prometendo ser mais leve e económico que o actual, com o recurso aos motores Skyactive. Mas a grande novidade, é o facto de ter um irmão. Derivado da sua plataforma, veremos um MX-5 a parlare italiano. O acordo celebrado entre a Mazda e a agora chamada FCA (Fiat Chrysler Automobiles), anunciava um sucessor para o também mítico Alfa Romeo Spider. Partilhando a plataforma, mas com mecânica e estética distintas, foi considerado um casamento abençoado. Recentes desenvolvimentos apontam para o abandono desse plano. Bem, pelo menos em parte. Haverá um MX-5 “italiano”, mas o símbolo que ostentará não deverá ser o da Alfa Romeo, com as marcas mais prováveis a tomarem o lugar desta a serem a Fiat ou a Abarth, em 2016.

Um coisa é certa: continuaremos a ter um Mazda MX-5!

Mais artigos em Clássicos

Os mais vistos