Recharge No modo Recharge está a reduzir a sua pegada ecológica.

Obrigado por guardar energia para o que mais importa.

Uma iniciativa
x

Recharge

Estamos a guardar energia para o que mais importa.

Opel Astra OPC Extreme: expressão extrema da pista, na estrada!

A Opel, apostada em tirar o maior proveito possível do centro de testes em Nürburgring, leva para o Salão de Genebra, a sua mais recente interpretação: um carro de pista, com total enfoque numa versão de estrada, o radical Astra OPC Extreme.

Estamos perante uma novidade absoluta. Não! de facto não se pode dizer que seja algo de novo por parte da Opel, passaram 13 anos desde o último Salão de Genebra, onde a Opel chocava o mundo com a versão de estrada do Opel Astra G OPC Extreme, baseado no Astra de DTM, o carro que deu cartas no campeonato de turismo alemão.

astra opc extreme 2001

Mas esses tempos já lá vão e embora o Astra OPC Extreme de 2001, não tenha conhecido a produção com muita pena nossa, a Opel seguiu em frente e apresenta-nos a sua nova interpretação do Astra J, nesta versão OPC Extreme. Desta vez, não temos um carro baseado na versão DTM, pois a Opel já não compete nesta disciplina, mas recebemos uma versão de estrada baseada na versão radical do Opel Astra OPC Cup.

astra opc cup

A produção deste Astra OPC Extreme é esperada para 2015, segundo a Opel e benzam-se pois a Opel afirma ter retirado 100kg ao Astra OPC, com um incremento de potência para os 300 cavalos.

O que nos remete imediatamente para o peso final deste supra sumo dos hot hatches, fixando a agulha da balança nos 1375kg, o que nos leva aos 4,5kg/cv de relação peso potência.

O bloco de 2.0l Turbo Ecotec de 2ª geração, vindo da família LDK, o A20NHT, presente no Astra OPC atual, recebeu uma melhoria ao nível da potência ganhando 20 cavalos. Os 280 cavalos do Opc, passam a 300 cavalos neste Astra OPC Extreme.

astra opc extreme 14-13

Tal como todos os Astras OPC até hoje, a potência massiva deste Astra OPC Extreme continua a ser transmitida com recurso a uma caixa manual de 6 velocidades. A ajuda, é complementada por um diferencial autoblocante e colossais jantes de 19 polegadas em carbono, com pneus de 245mm de largura, sem esquecer o sistema flexride, que adiciona a suspensão de amortecimento variável.

O uso do carbono não se limita às jantes. Capô, tejadilho, cobertura do motor, barra AA, asa GT traseira, difusor traseiro e spoiler frontal inferior, também receberam este exótico material compósito. Apenas as ilhargas laterais recebem alumínio, pesando apenas 800gr. Dietas à parte, os números são evidentes: no tejadilho foi possível poupar 6,7kg, o que permitiu baixar o centro de gravidade, com beneficio para a agilidade do Astra OPC Extreme.

astra opc extreme 14-04

O modelo de competição, Astra Cup, foi o responsável pela doação de um órgão vital, o sistema de travagem. O sistema de travagem da Brembo instalado no Astra OPC Extreme, compreende discos de 370mm, com maxilas de 6 pistões no eixo da frente, um recorde num carro de tração frontal.

Mas não é só no exterior que estão as mudanças radicais, no interior o Astra OPC Extreme é igualmente extremo para os condutores pouco familiarizados com locais inóspitos, e porquê?

Simplesmente porque nesta versão do Astra OPC Extreme os lugares traseiros desaparecem, para termos uma vistosa roll cage. De resto, as baquets Recaro, com cintos de 6 apoios e coluna de direcção em fibra de carbono, acrescentam o toque «aspeto de competição».

astra opc extreme 14-11

Contudo e segundo a Opel, o cliente pode ter os lugares traseiros como opcional, sacrificando a roll cage, isto se quiserem alguma polivalência diária para o Astra OPC Extreme.

Mais artigos em Notícias