Recharge No modo Recharge está a reduzir a sua pegada ecológica.

Obrigado por guardar energia para o que mais importa.

Uma iniciativa
x

Recharge

Estamos a guardar energia para o que mais importa.

BMW 720i: a queda do último dogma

O momento foi breve, mas suficiente para um cibernauta registar o momento em que a marca bávara divulgou o BMW 720i no seu site oficial.

O «downsizing» é um dado adquirido na industria automóvel, alias, é mais que isso, é um imperativo. O cerco às emissões poluentes não perdoa. Felizmente, a evolução tecnológica tem ajudado na queda de alguns dogmas que persistem no combate às emissões, junto de construtores e consumidores.

Um desses dogmas – talvez o maior… – é que um motor de quatro cilindros não consegue locomover com a suavidade e destreza necessária, uma berlina de luxo. Recordamos que ainda não há muito tempo atrás, discutia-se de forma acesa a inclusão do «pequeno» motor 2.0 diesel de quatro cilindros na gama Série 5 da BMW. Colocavam-se todas as dúvidas, inclusive, de fiabilidade.

Hoje volvidos alguns anos, esse motor não só é uma realidade totalmente aceite, como poderá estender-se ao nobre e distinto BMW Série 7, não na versão diesel, mas na versão a gasolina. Aponta-se essa realidade desde que um cibernauta fez um printscreen ao site oficial da BMW, onde pela primeira vez, e sem anúncio prévio, a marca bávara divulgou a inclusão de uma versão 720i (2.000cc e quatro cilindros) na gama Série 7. Um motor já nosso conhecido do Série 3 e Série 5, que debitará no BMW 720i cerca de 184cv de potência.

A hipotética inclusão deste motor significará, entre outras, a liberalização da gama Série 7. Recordamos que a versão mais barata do «porta-estandarte» da BMW custa em Portugal mais de 100.000 euros. Valor este que poderá diminuir significativamente com a inclusão deste motor no «navio» de quatro rodas da BMW, caso chegue à comercialização. Aqui, o printscreen revelador:

bmw 720i 2014

Fonte: Jalopnik

Mais artigos em Notícias