Recharge No modo Recharge está a reduzir a sua pegada ecológica.

Obrigado por guardar energia para o que mais importa.

Uma iniciativa
x

Recharge

Estamos a guardar energia para o que mais importa.

G Power BMW M6: O peso pesado em esteróides

Nos últimos anos temos vindo assistir a muitos preparadores pegarem em máquinas de topo e surpreenderem-nos com doses maciças de loucura. A G-Power até já é uma empresa com currículo na matéria, mas sabe-se que por mais louca que seja a próxima preparação, eles nunca param.

E é precisamente a mais recente criação da G-Power que o Razão Automóvel vos dá a conhecer. A vítima mais recente toma forma num BMW M6 F13, depois do M5 F10 em variantes de cortar a respiração, agora foi a vez do M6 ganhar a designação de, G Power BMW M6.

2013-G-Power-BMW-M6-F13-Static-3-1024x768

Desenganem-se aqueles que pensam que a G-Power apenas se limita a mexer uns «pózinhos» com a eletrónica, o trabalho desta empresa vai muito mais além disso e inclui trabalho específico de modelo para modelo.

Ora bem, tudo começa partindo do princípio que é um dado adquirido que a G-Power já sabe que o M6 é um carro potente mesmo de origem e que apesar de se poder aumentar essa potência, há que manter o carro em condições de ser conduzido para que se possa aproveitar ao máximo toda a potência adicional… Tendo isto em mente a G-Power pôs-se ao trabalho.

2013-G-Power-BMW-M6-F13-Dynamometer-2-1024x768

O G Power BMW M6, mecanicamente para além de uma mera reprogramação da ECU que teve em vista vários parâmetros como a quantidade de gasolina injetada, mapas de ignição e pressões de sobrealimentação, recebeu uma linha de escape que foi projetada e desenvolvida especialmente para este modelo e é integralmente em titânio, à exceção dos catalisadores.

A preparação do G Power BMW M6, traduz-se em números bastante explícitos, dos 560 cavalos de origem passamos para 710 cavalos prontos a devorar quilómetros. O binário passa de uns impressionantes já de origem 680Nm para uns estonteantes 890Nm que não se envergonham nada em destruir qualquer transmissão que apareça pela frente, é precisamente devido a esse fator que esta preparação não vê valores mais altos, a transmissão do M6 F13 não iria lidar bem com muito mais do que aquilo que foi alcançado.

2013-G-Power-BMW-M6-F13-Dynamometer-4-1024x768

As performances como devem adivinhar, são para lá de boas, dos 0 aos 100km/h, hmmmmm esqueçam, nem interessa são menos de 4 segundos, retenham este valor em mente… Dos 0 aos 200km/h este M6 da G-Power faz uns escassos 10,8 segundos!!!

Toda esta performance, claro tem que ter algo que a refreie e por isso mesmo partindo do feedback que a G-Power já tinha em relação aos travões do M6, que diga-se não são maus, mas mesmo os cerâmicos são opção de fábrica, com esta limitação presente a G-Power optou por um kit da casa e dotou o G Power BMW M6 com um sistema de travagem de discos cerâmicos, na frente nada mais nada menos que discos de 420mm, possivelmente um record em diâmetro!

2013-G-Power-BMW-M6-F13-Dynamometer-3-1024x768

Depois do sistema de travagem revisto ainda há que por o G Power BMW M6 F13 a lidar com o piso e manter a potência sem o chassis sofrer todos os efeitos negativos de tal loucura mecânica, e por isso mesmo, a G-Power dotou o M6 de um kit de coilovers totalmente ajustável tanto em altura como dureza.

Esteticamente e para albergar tamanhos discos, as jantes do G Power BMW M6, são exclusivas e vêm em medida de 21 polegadas, montadas nuns pneus de medida 265/30ZR21 para o eixo da frente e 305/30ZR21 para o eixo traseiro.

Todo este kit de poderio demoníaco para o G Power BMW M6 F13, recebe o nome de Bitronic III V2 e se nem tudo são rosas, a G-Power pede a módica quantia de 34.535€, o preço de um familiar médio bem equipado nos dias que correm.

Mais artigos em Notícias