Novo Dacia Logan MCV: Justo no preço, amplo no espaço

Não faltam atributos à nova carrinha Dacia Logan MCV. A nova proposta da marca do Grupo Renault não é apenas sinónimo de baixo preço, mas também de espaço e conforto. Preços a partir de 9.999 €.

“Escandalosamente acessível” é mote da campanha do Dacia Duster mas podia aplicar-se também ao Dacia Logan MCV. Num mercado em que, por tradição, os modelos break gozam de bastante popularidade, a nova proposta da Dacia reúne um conjunto de pressupostos que vai de encontro aos interesses de um alargado número de portugueses: umas linhas conservadoras mas sólidas, um interessante nível de equipamento, uma gama de motores moderna e com provas dadas nos restantes modelos do Grupo Renault. Isto num pacote que é o mais acessível do segmento B, mas está ao nível das carrinhas do segmento C nas cotas de habitabilidade e no volume da bagageira.

No design, são evidentes as semelhanças com a nova geração do modelo Sandero. Apesar de herdar a base de um compacto, a verdade é que, com quase 4 metros e meio de comprimento, a nova break Logan MCV não deixa de ter uma identidade visual muito própria, com destaque para as estéticas barras no tejadilho.

Mas a grande surpresa está reservado no habitáculo. As cotas de habitabilidade para os cinco passageiros são generosas e o volume da bagageira é a melhor do segmento, sendo mesmo referência entre os segmentos superiores, com os seus 573 litros. Uma capacidade que pode ser aumentada com o rebatimento dos bancos traseiros. Algumas versões são mesmo equipadas com uma zona de arrumação suplementar na bagageira.

Mas não é só o espaço que está em destaque no habitáculo da nova break Dacia Logan MCV. A qualidade do interior faz jus à evolução da marca neste domínio, sobretudo ao nível da ergonomia, da qualidade dos materiais e dos equipamentos disponíveis. Não sendo uma referência cumpre com os mínimos exigidos sem comprometer.

Dacia-Logan-MCV_interior

Com efeito, para a nova break Dacia Logan MCV existe uma gama de equipamentos que até há pouco tempo não estavam disponíveis na marca, com destaque para o MediaNav, um sistema multimédia completo (disponível como opção por 300 €), ligação por Mp3 e auxiliar, limitador e regulador de velocidade, ajuda ao estacionamento traseiro e outros elementos de segurança como: Controlo dinâmico de trajectória, assistência à travagem de emergência e ABS. Isto para além dos já standard’s airbags frontais e laterais.

A nova break Dacia Logan MCV está disponível com os novos motores TCe 90 e 1.5 dCi 90, os mais recentes blocos do Grupo Renault, que aliam os reduzidos consumos a níveis de performance interessantes, mas também o comprovado 1.2 16V, embora este na versão Bi-Fuel (GPL). O motor 1.5 dCi 90 incorpora a maioria das novas tecnologias da família Energy que contribuem para os consumos de 3,8 l / 100 km (em ciclo misto) e emissões de CO2 de 99g/km. Valores interessantes, num bloco com 90 cavalos e com um binário de 220 Nm disponível a partir das 1.750 rpm.

O bloco TCe 90, é um motor a gasolina de três cilindros turbo, de 899 cm3 de cilindrada, que possui performances similares a um bloco atmosférico de 1.4 litros. Com um turbo de baixa inércia, debita 90 cavalos e 135Nm de binário às 2.000 rpm, reivindicando consumos interessantes de 5l / 100km (ciclo misto) e emissões de CO2 de apenas 116g/km.

Como uma alternativa económica aos combustíveis tradicionais apresenta-se  o bloco 1.2 16v 75 cv está, efectivamente, disponível na versão BI-FUEL GPL, com um custo de utilização menor e emissões de CO2 mais baixas (120 g / km em modo GPL). Com um custo no abastecimento francamente inferior, a utilização do GPL é claramente mais competitiva que os combustíveis tradicionais, cifrando-se numa economia de 320€ por cada 15 mil quilómetros percorridos, em relação a um motor exclusivamente a gasolina.

A nova Dacia Logan MCV, beneficia, tal como toda a restante gama Dacia de 3 anos ou 100.000 km de garantia contratual.

Dacia-Logan-MCV_2

 

Texto: Razão Automóvel

Mais artigos em Notícias

Os mais vistos

Pub