Chinês destrói Maserati Quattroporte em forma de protesto contra a marca italiana

Os asiáticos devem estar loucos – depois de um linchamento a um BMW, chegou a vez da Maserati ver um dos seus modelos ser completamente humilhado em plena praça pública.

Parece que na Ásia a má prestação de serviços só se resolve de uma maneira: à paulada! Ou melhor, neste caso, à marretada. O proprietário do Maserati Quattroporte que vão ver de seguida, resolveu expressar toda a sua insatisfação com a marca italiana de uma forma um quanto ou tanto invulgar. Chamou três amigos, comprou 4 marretas e deu um espetáculo de destruição deprimente para «meio mundo» ver.

Segundo a imprensa chinesa, o verdadeiro motivo da revolta não se foca no carro em si, mas sim no péssimo serviço prestado pelo concessionário e seguradora. O proprietário alega que tem problemas com o serviço prestado pela marca italiana desde 2011 e diz ainda que num dos vários arranjos que o seu Maserati foi alvo, o concessionário terá colocado uma peça usada no carro dizendo-lhe que se tratava de uma peça nova e cobrando-lhe como tal, 390 dólares. Dito isto, vejam como destruir em poucas marretadas um automóvel na ordem dos 180 mil euros:

Texto: Tiago Luis

Os mais vistos