Skoda Octavia 1.6 TDi: 1000 km em ensaio

O Skoda Octavia promete ser uma referência e representa uma entrada a fundo da Skoda no premium low cost. Fizemos 1000 quilómetros a bordo do novo Skoda Octavia e relatamos a experiência em primeira mão.

O Skoda Octavia foi apresentado em Portugal neste mês de Abril e tivemos a oportunidade de partilhar esse momento com os nossos leitores. O Skoda Octavia é o modelo mais importante da marca checa – a gama Octavia representou 44% do volume de vendas da Skoda em 2012 e desde 1996 foram vendidos 3,7 milhões de Octavias em todo o mundo. Esta terceira geração do Skoda Octavia é a materialização pura da aposta da Skoda na postura “Simply Clever”, mas será que o resultado final é “simplesmente inteligente? Fomos descobrir o novo Skoda Octavia numa viagem por terras algarvias, um exclusivo aqui no Razão Automóvel.

Primeiro contato: ninguém fica indiferente

A nossa unidade de ensaio era o única do parque de imprensa que saía do cinzentismo habitual do parque automóvel nacional, como podem ver pela foto de capa deste artigo. O novo Skoda Octavia em castanho metalizado (Castanho Topaz) é tão diferente quanto o Razão Automóvel, boa escolha Škoda! O interior em bege é bonito e vistoso, mas não será o ideal para uma família com filhos pequenos pois suja-se muito facilmente. No entanto, não deixa ninguém indiferente – é aquela configuração de cores que todos gostamos e a que mais define o conceito premium no qual o novo Skoda Octavia se quer inserir.

Novo Skoda Octavia 2013 17

O exterior é desenhado de forma a parecer um coupé e segundo a Škoda este novo Octavia tem a agilidade de uma berlina e a versatilidade de uma carrinha, fato que mais tarde viemos a constatar. O nível de equipamento presente no Skoda Octavia que testamos é o mais alto – ELEGANCE – e vinha equipado com jantes de 18″, um extra que adiciona 185 euros ao preço de combate desta versão mais recheada do modelo – são €26.650,00 para o Skoda Octavia 1.6 tdi de 105 cv, no nível ELEGANCE.

Malas feitas – Rumo ao Algarve

Os nossos leitores sabem que o Razão Automóvel esteve a acompanhar o Rally de Portugal 2013 e que o Skoda Octavia foi a nossa companhia durante a viagem. A equipa do Razão Automóvel saiu de Lisboa em direção ao Algarve com cinco adultos a bordo, malas, câmaras e computadores. A viagem fez-se pela A2 – Lisboa-Faro – e os faróis bi-xénon do Octavia foram uma mais-valia, durante a viagem que se fez na noite após a super especial do Rally de Portugal em Lisboa.

Novo Skoda Octavia 2013 16

Quem esteve pelo Rally de Portugal deve ter visto o nosso Skoda Octavia, a verdade é que logo na chegada ao hotel fizemos o já conhecido teste dos olhares indiscretos e o resultado foi bastante positivo. Muitos pararam para ver de perto o novo Skoda Octavia e espreitar para dentro do habitáculo. A receptividade das várias pessoas que nos acompanharam durante o fim de semana superou as expectativas. Confesso que passei o fim de semana a perguntar a amigos e conhecidos – “Quanto achas que custa?”.

Espaço a bordo e conforto são referência

O novo Skoda Octavia, assente na nova plataforma MQB do grupo VAG, está 102 kg mais leve que o modelo anterior e maior do que nunca. A distância entre eixos aumentou 108 mm, cresceu 9 cm em comprimento e 4,5 cm em altura. O espaço para as pernas é superior a qualquer modelo do segmento o que proporciona níveis de conforto muito acima da média, podemos cruzar as pernas no banco de trás e disfrutar da paisagem. Com cinco adultos a bordo a pergunta “podes chegar o banco mais para a frente?” nunca se fez ouvir.

Novo Skoda Octavia 2013 27

O espaço para as malas leva nota alta – 590 litros de capacidade na bagageira e 1580 litros de carga com o encosto dos bancos traseiros completamente em baixo, proporcionado uma excelente plataforma de carga. Na mala ainda contamos com duas divisórias espaçosas em plástico amovíveis, que permitem colocar objectos mais pequenos nas laterais da bagageira, entre outras divisórias em rede bastante práticas. A mala não abre como uma berlina tradicional – o vidro traseiro acompanha a abertura da mala como acontece no Audi A5 Sportback.

Novo Skoda Octavia 2013 24

Os espaços para arrumação dentro do habitáculo não foram esquecidos e o Skoda Octavia tem várias funcionalidades a este nível: porta-luvas com uma saída de ar para refrigerar bebidas durante uma viagem, ou mesmo uma base específica junto ao travão de mão onde podemos colocar o smartphone, ainda que não faltem outros espaços para o telemóvel.

Novo Skoda Octavia 2013 25

Os bancos são confortáveis, apesar de ter demorado um pouco mais do que o habitual a encontrar uma posição de condução que me agradasse. O conforto sai bastante penalizado neste ensaio por causa das jantes de 18 polegadas com pneus de baixo perfil, o que seria de esperar – em piso degradado chega a ser cansativo circular. Uma nota negativa vai também para a ausência de luz no espelho de cortesia do passageiro, a primeira mulher a sentar-se no lugar do pendura reparou nessa falha em menos de 1 minuto!

Segurança leva nota alta

O investimento em espaço e conforto não poderia ter sido feito sem a introdução de mais segurança para completar o pacote da vida a bordo do Skoda Octavia. Para além do aumento da distância entre eixos que já referimos, o que lhe confere maior estabilidade, são inúmeros os sistemas de segurança disponíveis no novo Skoda Octavia.

Novo Skoda Octavia 2013 11

Merecem destaque – sistema de deteção de fadiga do condutor, função de travagem de emergência em cidade, assistente de proteção de ocupantes pró-ativo (em caso de acidente eminente, fixa os pré-tensores dos cintos dos ocupantes, fecha as janelas e tecto de abrir deixando apenas uma pequena abertura de emergência), Lane Assistant (sistema que deteta se a circulação está a ser feita dentro da faixa de rodagem correta e corrige a orientação do volante), Front Assistant (sistema que calcula a distância para com o objeto da frente e pode atuar de quatro formas diferentes: alerta visual e sonoro, preparação de travagem, travagem parcial e travagem de emergência). O novo Skoda Octavia recebeu 5 estrelas nos testes EuroNCAP.

Atrás do volante: estilos de condução configuráveis

O que queremos de um familiar com estilo coupé, equipado com jantes de 18 polegadas e pneus de baixo perfil e a preço bastante reduzido? Pouco mais do que isso na verdade. O Skoda Octavia pretende ser, nesta motorização, um produto que apela ao estatuto e ao “querer parecer”. Ainda que não tenha um look a condizer com as suas prestações, o motor é competente e apenas exige o recurso à caixa de velocidades mais vezes do que o normal, quando queremos manter um andamento mais vivo. Em auto-estrada e com o carro cheio fizemos uma viagem em 5ª, sem nunca ter efectuado quaisquer reduções.

Novo Skoda Octavia 2013 20

Enquanto acompanhamos o Rally de Portugal, a nossa caravana de 4 carros andou pelas estradas sinuosas das serras algarvias em ritmos típicos de aficionados do Rally. Nada melhor que uma boa dose de testosterona pré e pós Rally para testar a dinâmica do Skoda Octavia! Podemos escolher 4 modos de condução: SPORT, NORMAL, Económico e personalizado. A alteração entre os modos tem os resultados tradicionais – resposta do motor, peso da direção e gestão do ar condicionado para o modo Económico, no entanto, o Skoda Octavia permite que o condutor crie o seu próprio perfil.

A aproximação às curvas faz-se com a consciência de que estamos a bordo de um familiar, mas cedo as jantes de 18 polegadas nos metem à vontade. O chassis é competente, leve e nunca nos põe em risco. Não é uma ode ao dinamismo, por este preço nem podíamos esperar outra coisa, mas não desilude.

Tecnologia premium a preço low cost

Novo Skoda Octavia 2013 19

A qualidade a bordo e a tecnologia também se fazem notar ao nível do entretenimento. A versão que ensaiamos do novo Skoda Octavia tinha instalado o rádio “Bolero” que traz um touch-screen a cores. Este sistema de entretenimento é bastante intuitivo e podemos mesmo personalizar as nossas rádios preferidas fazendo o upload os logotipos das mesmas para o rádio. O cruise-control, volante multi-funções em pele, bluetooth com ativação por voz, ar condicionado automático bi-zona e caixa de cd´s dentro do porta-luvas também marcam presença.

Motorização é suficiente. Consumos e emissões são prioridade

O 1.6 Tdi disponível no Skoda Octavia dispensa apresentações. As indicações dadas pelo computador de bordo localizado no painel de instrumentos, quando circulamos em Modo Económico, chegam a ser assustadoras e essas sim merecem uma referência aqui. Ok, eu explico melhor: estamos nós sossegados a circular no calor algarvio, de janelas abertas a dar graças pelo vento fresco que arrefece o habitáculo depois de o carro ter estado umas belas horas ao sol, quando de repente surge uma mensagem no visor: “Sugestão: feche as janelas”.

Novo Skoda Octavia 2013 26

A primeira vez julguei ter sido uma visão provocada pelo calor, mas depois não tive dúvidas. Sim, o novo Skoda Octavia junta-se à lista dos obcecados por consumos e emissões – 3,8 l/100 e 87 g/km – Não liguei o ar condicionado, porque isso sim seria um repasto para o motor e para as alergias, então decidi abrir as janelas…mas até isso nos leva a receber uma nota quase de “reprovação social”. E esta função junta-se aos habituais indicadores de mudança ideal. O sistema Start&Stop tem uma função que permite recuperar a energia da travagem, através do alternador de arranque.

Durante o nosso ensaio os consumos nunca baixaram dos 5 litros e no final a média foi de 6,2 l/100. Parece-nos prematuro tirar a prova dos nove aos consumos, tendo a equipa do Razão Automóvel recebido o Skoda Octavia com apenas 11 quilómetros no conta-quilómetros e por termos circulado sempre sem preocupação com os consumos. A Skoda garante que o novo Skoda Octavia consegue fazer, em percurso ideal, uma média inferior a 4 litros aos 100.

Nota final

O novo Skoda Octavia é um familiar com um desenho muito apelativo e uma qualidade de construção notável. As jantes de 18 polegadas não são as ideais para quem anda muito em cidade, mas prometem realçar uma veia mais desportiva e aumentar a aderência em curva. Fica a vontade de testar a versão 2.0 Tdi com caixa DSG de dupla embraiagem e 7 velocidades, bem como a versão RS do Skoda Octavia. O balanço final é muito positivo e o Skoda Octavia provou ser “simplesmente inteligente”, pela forma como alia a qualidade e o aspecto a um preço muito competitivo.

Novo Skoda Octavia 2013

À conversa com Ricardo Vicente, fundador do Clube Škoda Portugal

Ainda tivemos oportunidade de mostrar o Skoda Octavia a um fã muito especial, a quem pedimos a opinião de verdadeiro aficionado. O Ricardo Vicente é o fundador do Clube Škoda Portugal, um fórum que reúne todos os apaixonados e proprietários Škoda.

“Depois de um breve contacto com o novo Skoda Octavia fica bem presente uma agradável evolução, quer a nível exterior, com as novas luzes em led, como interior, com destaque dado aos novos rádios com touch screen disponíveis na gama e mantendo sempre a qualidade característica do Grupo VW.

Há que salientar o design que voltou as linhas robustas que caracterizavam os modelos mais antigos da Škoda, mas ao mesmo tempo com um look moderno. Depois de saber o preço ficamos a pensar como é que o novo Golf se vai justificar com esta oferta tão forte da Škoda. Um Premuim Low cost que esperemos que faça muito sucesso…”

MOTOR 4 Cilindros
CILINDRADA 1587 cc
TRANSMISSÃO Manual, 5 Vel.
TRAÇÃO Dianteira
PESO 1305 kg.
POTÊNCIA 105 CV / 4000 rpm
BINÁRIO 250 NM / 2750 rpm
0-100 KM/H 10,8 seg.
VEL. MÁXIMA 194 km/h
CONSUMO 3,9 lt./ 100 km
PREÇO 26.650€

Segue a Razão Automóvel no Instagram e no Twitter

Mais artigos em Testes

Os mais vistos