Icona Vulcano: o super híbrido de 950 cv apresentado em Xangai

Acaba de ser apresentado no Salão de Xangai o Icona Vulcano, o próximo super híbrido que promete fazer a delícias dos mais abastados.

Icona Vulcano: Para muitos não haverá amor à primeira vista por este pedaço de engenharia italiana mas já diz o ditado, “primeiro estranha-se depois entranha-se”. O design não se parece com nenhum outro automóvel, o que até poderia ser um ponto a favor… mas na verdade não é! O excesso de originalidade torna-se difícil e doloroso de digerir. A única imagem que me vem à cabeça é a de uma especulação do Lamborghini Urus que andou a circular pela internet semanas antes deste ser apresentado:

lamborghini-suv

Se não soubesse que era mentira, diria que a pessoa que criou o Vulcano foi a mesma que criou este Suv especulativo da Lamborhgini.

Continuando no campo das «inspirações», a dianteira parece ter ali um pouco do ADN do Lexus LFA (o Fábio Veloso que me perdoe) e ainda uma pitada de Aston Martin Vanquish na grelha. Visto de lado, o perfil da carroçaria tem um pouco de Ferrari F12 Berlinetta. Já a traseira… bem, a traseira não se parece com nada. Não me perguntem porquê mas acho que há ali uns traços a Power Ranger.

Segundo alguns jornalistas presentes no Salão, a placa que estava ao lado do carro afirmava que este híbrido era detentor de uma potência compreendida entre os 870 e os 950 cv de potência, dependendo da versão escolhida.

Icona Vulcano 4
A versão ‘H-Turismo’ foi desenhada para ser a versão convencional de estrada e vem com um grande motor V12 de 6.0 litros a trabalhar em conjunto com um motor elétrico de 160 cv. No total são 950 cv de potência que galopam diretamente para as rodas traseiras do Vulcano. A outra versão, apelidada de ‘H-Competizione’ usa um motor V6 com dois turbos acoplado  e dois motores eletricos, o que origina uma potência final de 870 cv. Esta versão usa ainda um sistema de tração às quatro rodas que foi testado num Lancia 037 modificado e ao que parece os resultados foram impressionantes.

Uma corrida dos 0-100 km/h neste Icona Vulcano pode fazer-se em apenas 2,9 ou 3,0 segundos (dependendo da versão) e a velocidade máxima ronda os 350 km/h. Se a imagem que está no site da marca for realista, então este super híbrido terá um painel de instrumentos incrivelmente futurista. Podemos ainda observar na mesma imagem que o Vulcano virá equipado com uma caixa de 7 velocidades e estará preparado para «vôos» até às 10.000 rpm.

As informações são escassas mas vamos ficar à espera de mais novidades da casa italiana, afinal de contas, este híbrido deixou-nos um algo apreensivos.
Icon Vulcano

Icona Vulcano 3

Texto: Tiago Luis

Mais artigos em Notícias