Porsche comemora os 50 anos do mítico 911

A casa de Estugarda comemora os 50 anos do mais bem sucedido desportivo de todos os tempos: o Porsche 911.

O ano de 2013 será muito especial para a Porsche: o seu mais icónico modelo – aquele que define a sua génese – comemora 50 anos de vida. Meio século pleno de vitórias, sucessos e conquistas daquele que é considerado o desportivo mais bem sucedido de sempre.

A história tem início em 1963, quando no Salão Internacional de Frankfurt a casa de Estugarda apresentou um protótipo com o nome de 901. Um nome que viria a ser alterado para a actual nomenclatura «911» porque uma tal marca francesa, de nome Peugeot, tinha registado por antecipação todos os nomes com «zero» ao meio. Denominações que hoje inclusivamente ainda usam. Mas este é apenas um apontamento, mais curioso que relevante, na história de um modelo que continua a fazer correr muita «tinta»  – ou bites, como preferirem…

Porsche 911 jubileu 4

Uma história escrita da mesma forma e com a mesma «caligrafia» há já 50 anos, apenas com actualizações na técnica e manuseio dos utensílios trazidos pela modernidade. Porque na sua essência o primeiro 901 é exactamente igual ao ultimo 911, na geração 991. Apesar de estarem separados por meio século de vida ambos têm motores boxer de seis cilindros opostos, colocados em posição traseira, mantêm o mesmo design e elementos distintivos como os cinco mostradores no quadrante ou a chave de ignição do lado esquerdo. Outro apontamento… Uma posição da ignição que a marca explica com a sua génese na competição. No tempo em que os pilotos tinham de correr para os automóveis aquando da partida, a posição da ignição logo à entrada do automóvel permitia a colocação do motor em funcionamento mais rapidamente e com isso, claro, arranques mais céleres que a concorrência.

Uma história que é também de teimosia, ou digamos antes… convicção! Porque a Porsche é a única marca que continua a colocar os seus motores em posição traseira (atrás do eixo traseiro), ao invés de uma mais convencional solução de motor central. Uma solução que ao longo dos anos têm caracterizado o comportamento do 911 como «temperamental» mas que ao mesmo tempo se tem revelado uma solução vencedora. Que o digam as 820.000 unidades vendidas! Contra estes números os argumentos tendem a faltar…

Porsche 911 jubileu 3

Mas o nome Porsche 911 não é só sinónimo de vitórias e performance. É também sinónimo de praticabilidade e fiabilidade. E talvez sejam estes últimos dois campos que façam a real diferença entre o Porsche 911 e os «outros», entre os quais italianos mais «temperamentais». A Porsche há 50 anos que consegue concentrar num só produto o melhor de dois mundos: a derradeira perfomance de um desportivo «puro sangue» com a fiabilidade e capacidade de uso diário de um carro convencional. Ao contrário de outros super-desportivos da época, o Porsche 911 nunca foi um carro de «caprichos». Os seus proprietários sabem que ao adquirir um 911 têm nele um automóvel para a vida: intemporal e fiável como poucos. Com quatro lugares inclusivamente, ainda que os dois lugares traseiros actualmente sejam mais próprios para anões e duendes do que para pessoas.

Porsche 911 jubileu 2

Motivos que somados, são mais que suficientes para marca alemã ter decidido que 2013 iria ser um ano de celebração e jubileu do Porsche 911 por excelência. E por isso mesmo marcou na sua agenda inúmeras actividades alusivas ao Porsche 911. A primeira delas será na exposição Retro Classics Show em Estugarda, que se realiza entre 7 e 10 de Março, na qual o RazãoAutomóvel tentará estar presente, aproveitando o regresso do Salão Internacional de Genebra para dar um «pulinho» a Estugarda. Vale a pena não vale? Nós também achamos que sim. Mas até lá fiquem com estes vídeo alusivos ao Porsche 911:

Texto: Guilherme Ferreira da Costa

Mais artigos em Notícias

Os mais vistos