Recharge No modo Recharge está a reduzir a sua pegada ecológica.

Obrigado por guardar energia para o que mais importa.

Uma iniciativa
x

Recharge

Estamos a guardar energia para o que mais importa.

Porsche 911 cruelmente sacrificado em nome da «arte»

Aviso: Este artigo pode conter imagens consideradas chocantes. Ou arte, dependendo da perspectiva.

Há coisas que não se entendem. Ou então o problema está em mim que não consigo entender o propósito desta demonstração de arte moderna: destruir um Porsche 911 (997) a troco de… nada?!

Mas como disse, pode ser arte. Dou de barato que até seja. Mas para mim, abstractamente amante de automóveis em geral e objectivamente amante das criações de Estugarda, isto não passa de uma «carrificina» gratuita e surrealista, que reduziu as elegantes curvas deste 911 a um cubismo de aspereza germânica a que nem o próprio Georges Braque sucumbiria.

No ano em que se comemora os 50 anos do Porsche 911, um minuto de silêncio por este pobre exemplar. Se conseguirem, vejam os seus minutos finais: