Chevrolet Camaro recebe compressor de uma… locomotiva!

Dos Estados Unidos da América chega-nos mais uma criação tresloucada. Passem o vídeo para o minuto 2:25 e contemplem este Chevrolet Camaro.

Eventualmente, esta é a modificação mais radical e tresloucada que já vimos num Chevrolet Camaro. Depois do Hennessey Venom – um carro com pouco mais de 1000kg e de 1200cv que come Bugatti’s Veyron’s ao pequeno almoço, a fasquia ficou muito elevada.

Mas no que toca a automóveis loucos, os americanos têm uma capacidade de superação imensa e essa fasquia acaba de ser colocada num patamar ainda mais elevado. A história deste Camaro conta-se em poucas palavras.

Tudo começou quando o dono deste Camaro, numa bela tarde solarenga, se deslocou a uma sucata. E algures entre despojos de carros que já foram carros e coisas que não se sabe o que foram (nem o que são…) encontrou o compressor de uma antiga locomotiva diesel.

E é aqui que as coisas se começam a tornar-se sérias. Este sobrinho do «Uncle Sam» comprou o tal compressor volumétrico e «espetou-o» em cima do bloco V8 do Camaro. Resultado? No primeiro arranque levantou um palmo do chão e rachou o motor em dois! Mas não tenho dúvidas: foram segundos que seguramente valeram a pena!

Quanto a mim está decidido. Vou pegar nas malas e emigrar para os Estados Unidos da América. Perdoem-me familiares e amigos mas tem de ser. Porque como sabem, aqui em Portugal os carros americanos não vingam.

Texto: Guilherme Ferreira da Costa