Ferrari FF: Será que anda de lado?

Já sabemos que o Ferrari FF é um exímio automóvel a andar com as rodas alinhadas. Mas, sê-lo-á com as rodas desalinhadas?

Foi a esta questão que Steve Sutcliffe quis responder, quando em mais de um dos vídeos de “will it drift” se sentou aos comandos de um fantástico Ferrari FF.

Quando se fala de Ferrari, normalmente esta é uma questão que não se coloca. Se é Ferrari, logo anda de lado. Potência para torturar os pneus é coisa que normalmente não falta. O problema é que este não é um Ferrari qualquer. É o primeiro modelo da casa de Maranello a ser equipado com um sistema de tração às quatro rodas. Pelo que a tendência para ser um compêndio de eficácia e um desastre em condução mais “acrobática” é enorme.

Para a Sociedade Protetora dos Pneus, não se recomenda a visualização deste vídeo. Avisamos desde já que são aterradores os gritos de dor que os pneus emitem enquanto são torturados pelo motor V12 de 6.3 litros com 651 cv potência. Ao fim de muita tortura e gasolina queimada, os pneus traseiros lá acabam por ceder e permitir o tão desejado drift. Ora vejam:


Texto: Guilherme Ferreira da Costa