Recharge No modo Recharge está a reduzir a sua pegada ecológica.

Obrigado por guardar energia para o que mais importa.

Uma iniciativa
x

Recharge

Estamos a guardar energia para o que mais importa.

Preço dos combustíveis: Viagem a um futuro não muito distante…

Hoje, o RazãoAutomóvel vai levar-vos ao futuro. Um futuro onde o elevado preço dos combustíveis faz do depósito do vosso carro, o elemento mais valioso de todo o conjunto, e o principal alvo de cobiça dos amigos do alheio. Vejam como seria:
O Grupo Volkswagen acaba de anunciar, face à onda de assaltos que têm assolado, de norte a sul do país os depósitos de combustível dos automóveis, que todos os modelos destinados ao mercado português passarão a vir equipados com um inovador sistema de depósito blindado, código encriptado e sistema de abertura retardada. Medidas que segundo a marca alemã, em comunicado, “pretendem por cobro aos assaltos que se têm vindo a verificar desde o último aumento de impostos nos combustíveis promovido pelo executivo, e que tem feito aumentar os roubos de combustível exponencialmente”.
Uma medida que segundo a casa alemã, não terá repercussões no valor final de venda dos automóveis, porque a partir do próximo mês,” todas as viaturas vendidas na rede oficial virão sem combustível de série”. Um tanque atestado de série passa a custar 1500€.
Outras marcas já fizeram saber que também estão a desenvolver sistemas similares. Enquanto isso, as autoridades policiais fazem o que podem, com os meios disponíveis – desde Abril que os patrulhamentos são feitos de bicicleta a pedal – para evitar mais roubos. Foi decretado recolher obrigatório, e todos os postos de abastecimento, e até a refinaria de Sines, estão a ser escoltados pelo Exercito, que para poupar no combustível agora anda de Smart Fortwo.
A Comissão Europeia voltou a mostrar-se preocupada com toda esta situação, e reiterou ao Governo Português o reinício do programa mobilidade elétrica Mobi-E, entretanto extinto por falta de verbas.

Ps: Qualquer semelhança com a realidade é mera coincidência


Texto: Guilherme Ferreira da Costa

Mais artigos em Notícias