Aston Martin Zagato: O exclusivo

A Aston Martin prepara-se para apresentar no próximo salão de Genebra – tal como já tinha sido aqui anunciado – um dos mais aguardados superdesportivos do ano, o Zagato V12.
Esta, é sem dúvida alguma, a prenda certa no momento certo, ou não estivesse a marca britânica a comemorar 50 anos de cooperação com a italiana Zagato. O estúdio italiano resolveu pegar no V12 Vantage e moldou-o com base no DB4GT Zagato de 1960, mas para além deste design exclusivo, esta bomba inglesa conta com uns “nada atrativos” 517 cv de potência. Nada atrativos para quem tem um Buggati Veyron Supersport de 1200 cv, que não é o meu caso…

Mas não é apenas a potência que faz dele um veículo tão espectacular… A maior parte da carroçaria é feita à mão e levou horas e horas a ser trabalhada – a marca afirma mesmo que “cada V12 Zagato necessita de 2000 horas de trabalho”, o equivalente a um custo final de 175 euros por hora. O interior também não foi menosprezado e presenteia todos os clientes Aston Martin com materiais de grande qualidade, tanto no tablier como nos bancos. Para lá do revestimento em pele (pensado especificamente para este modelo) o V12 tem também elementos em fibra de carbono nos pára-lamas, na tampa do porta-malas e nas maçanetas das portas.

Este “Sr. desportivo” não é para as mãos de qualquer um, ou melhor, não é para a carteira de qualquer um… Com um custo estimado de 350.000€ a marca britânica já fez saber que só irão sair sua fábrica apenas 150 unidades. Por isso, ou é extremamente abastado e cheio de conhecimentos, ou terá de começar a pensar em roubar um destes 150 exemplares, isto se quiser ter o prazer de conduzir este exclusivo.


Texto: Ivo Simão

Mais artigos em Notícias