Recharge No modo Recharge está a reduzir a sua pegada ecológica.

Obrigado por guardar energia para o que mais importa.

Uma iniciativa
x

Recharge

Estamos a guardar energia para o que mais importa.

Segurança Rodoviária

Sistema de condução assistida. Euro NCAP coloca 7 modelos à prova

A Euro NCAP voltou a pôr à prova os sistemas de condução assistida e desta vez foram sete os modelos postos à prova.

Cada vez mais omnipresentes na indústria automóvel e prestes (alguns) a tornarem-se obrigatórios, os sistemas de condução assistida merecem cada vez mais atenção por parte da Euro NCAP.

Cruciais para a obtenção de uma boa avaliação global nos testes de segurança, estes sistemas começaram a ser testados de forma individual com base em dois critérios: “Competência na Assistência à Condução” e “Reserva de Segurança”.

Depois de há cerca de um ano ter avaliado os sistemas em 10 modelos, desta vez a Euro NCAP avaliou as tecnologias de condução assistida nos BMW iX3, CUPRA Formentor, Ford Mustang Mach-E, Hyundai IONIQ 5, Polestar 2, Opel Mokka-e e ainda o Toyota Yaris.

A NÃO PERDER: Green NCAP testa dois elétricos, dois híbridos plug-in e um Diesel. Quais os mais «limpos»?
BMW iX3

Os resultados

Ao contrário dos tradicionais testes da Euro NCAP, não são atribuídas estrelas, mas sim a seguinte avaliação: “Muito Bom”, “Bom”, “Moderado” e “Entrada”.

Dos sete modelos testados só um, o BMW iX3, conseguiu a avaliação “Muito Bom”. Equipado com uma nova versão do sistema “Driving Assistant Professional” que ainda não chegou às versões de combustão do X3, o iX3 mereceu rasgados elogios por parte da Euro NCAP.

Atrás da proposta alemã, com a classificação de “Bom”, ficaram o CUPRA Formentor e o Ford Mustang Mach-E. No campo da “Competência na Assistência à Condução” o Formentor obteve uma avaliação de 70% e o Mustang Mach-E de 69%. Já a avaliação da “Reserva de Segurança” foi de 74% e 83%, respetivamente.

Os Polestar 2 e Hyundai IONIQ 5 obtiveram a classificação de “Moderado”, com o modelo escandinavo a ser prejudicado pela avaliação na “Competência na Assistência à Condução”, onde obteve apenas 50% de avaliação. Já na avaliação da “Reserva de Segurança” conseguiu 85% de avaliação.

Quanto ao Hyundai IONIQ 5, as suas avaliações foram as seguintes: 77% na “Competência na Assistência à Condução” e 50% na “Reserva de Segurança”.

Por fim, a classificação de “Entrada” coube aos dois modelos mais acessíveis que foram testados: o Opel Mokka-e e o Toyota Yaris.

O modelo alemão alcançou 57% na “Competência na Assistência à Condução” e 44% na “Reserva de Segurança”. Já o Yaris conseguiu 56% no primeiro critério de avaliação e 53% no segundo.

Sabe responder a esta?
Em que ano foi revelado o Opel Calibra?
Não acertou..

Mas pode descobrir a resposta aqui::

Lembras-te deste? Opel Calibra, esculpido pelo vento

Mais artigos em Notícias