Recharge No modo Recharge está a reduzir a sua pegada ecológica.

Obrigado por guardar energia para o que mais importa.

Uma iniciativa
x

Recharge

Estamos a guardar energia para o que mais importa.

Leilões

Alfa Romeo 155 TS de Tarquini que venceu o BTCC em 1994 vai a leilão

Nos tempos áureos do BTCC, o campeonato inglês de turismos, o Alfa Romeo 155 TS chegou, viu e venceu. Agora, um dos heróis dessa época vai a leilão. Algum interessado?

Na década de 1990, o Campeonato Britânico de Carros de Turismo atravessava uma das suas melhores fases. Tinha carros de todos os tipos e para todos os gostos: carros e até carrinhas; suecos, franceses, alemães, italianos e japoneses; tração dianteira e traseira.

O BTCC era, por essa altura, um dos campeonatos de velocidade mais fantásticos do mundo e a Alfa Romeo decidiu juntar-se à “festa”. Corria o ano de 1994, quando a marca de Arese pediu à Alfa Corse (departamento de competição) para homologar dois 155 para a estreia nessa temporada.

A Alfa Corse não só obedeceu ao pedido como foi ainda mais além, explorando uma brecha nos regulamentos rigorosos (sobretudo no que diz respeito à aerodinâmica) que diziam que tinham de ser vendidos 2500 carros de estrada numa especificação semelhante.

A NÃO PERDER: Este é o único Alfa Romeo 155 GTA Stradale em existência
ALFA ROMEO 155 TS BTCC © RM Sotheby's

Daí nasceu o 155 Silverstone, um modesto especial de homologação, mas com alguns controversos truques aerodinâmicos. O primeiro era o seu spoiler dianteiro que podia ser colocado em duas posições, uma delas capaz de gerar mais sustentação negativa.

O segundo era a sua asa traseira. Acontece que esta asa traseira trazia dois suportes adicionais (que ficavam arrumados na bagageira), permitindo que esta ficasse numa posição mais elevada e que os proprietários podiam montar mais tarde, caso fosse o seu desejo. E durante os testes de pré-temporada, a Alfa Corsa manteve este “segredo” bem guardado, libertando a “bomba” apenas no início da temporada.

LEIAM TAMBÉM: Alfa Romeo Giulia GTAm. 540 cv e menos 100 kg. A derradeira berlina desportiva?
ALFA ROMEO 155 TS BTCC © RM Sotheby's

E aí, a vantagem aerodinâmica deste 155 face à concorrência — BMW Série 3, Ford Mondeo, Renault Laguna, entre outros… — era notável. Tão notável que Gabriele Tarquini, piloto italiano que a Alfa Romeo escolheu para “domar” este 155, venceu as cinco primeiras corridas do campeonato.

Antes da sétima corrida e depois de várias queixas, a organização da prova decidiu retirar os pontos que a Alfa Corse tinha conquistado até então e obrigou-a a correr com uma asa mais pequena.

RELACIONADO: Melhor do que café: um Alfa Romeo 155 DTM V6 Ti
ALFA ROMEO 155 TS BTCC © RM Sotheby's

Não satisfeita com a decisão, a equipa italiana recorreu e após o envolvimento da FIA, acabou por recuperar os seus pontos e por ser autorizada a usar a configuração com a asa traseira maior durante mais algumas corridas, até ao dia 1 de julho desse ano.

Mas daí em diante, numa altura em que a concorrência também já tinha desenvolvido algumas melhorias aerodinâmicas, Tarquini apenas venceu mais duas corridas até à data limite estipulada. Depois disso, nas nove corridas seguintes, apenas alcançaria mais um triunfo.

A NÃO PERDER: TZ4. A Alfa Romeo precisa de um desportivo assim
ALFA ROMEO 155 TS BTCC © RM Sotheby's

Contudo, o início de temporada frenético e as presenças assíduas no pódio valeram ao piloto italiano o título do BTCC nesse ano e o exemplar que vos trazemos aqui — um Alfa Romeo 155 TS com o chassis no.90080 — foi o carro com que Tarquini correu a penúltima corrida, em Silverstone, já com a asa “normal”.

Esta unidade do 155 TS, que só teve um dono privado depois da sua reforma da competição, vai ser leiloada pela RM Sotheby’s em junho, num evento em Milão, Itália, e de acordo com a leiloeira será vendida por um valor entre os 300 000 e os 400 000 euros.

Quanto ao motor que anima este “Alfa”, e ainda que a RM Sotheby’s não o confirme, sabe-se que a Alfa Corse corria com estes 155 TS equipados com um bloco de 2.0 litros com quatro cilindros que produzia 288 cv e 260 Nm.

Motivos de sobra para justificar as várias centenas de milhares de euros que a RM Sotheby’s acredita que ele vai render, não acham?

Sabe responder a esta?
Em que ano o Alfa Romeo 156 conquistou o troféu Carro do Ano em Portugal?
Não acertou..

Mas pode descobrir a resposta aqui::

Alfa Romeo 156. Vencedor do troféu Carro do Ano 1998 em Portugal

Mais artigos em Notícias