Leilão

Antes do DeLorean e Cybertruck, já a Ford tinha feito 3 modelos em aço inoxidável

Modelos em aço inoxidável são incomuns, mas no passado houve três modelos da Ford feitos neste material, e agora vão a leilão.

São incomuns, mas já existiram no passado vários modelos em aço inoxidável para lá do ORNI (Objeto Rolante Não Identificado) chamado Cybertruck e do DeLorean. E não estamos a falar de um passado recente, o primeiro deste trio da Ford em aço inoxidável surgiu em 1935, há 85 anos.

Ok… não se tratam de modelos produzidos em série como foi o DeLorean DMC-12 ou será a Tesla Cybertruck, mas, tal como estes, não deixam de ser modelos em aço inoxidável, ainda que produzidos em poucas unidades.

A criação e produção destes três modelos justifica-se por uma parceria estabelecida inicialmente em 1935 entre a Ford e a Allegheny Ludlum Steel (sediada em Pittsburgh, EUA). O objetivo da parceria era o de demonstrar a durabilidade e também o apelo estético do aço inoxidável e que melhor forma de o fazer que não num automóvel?

VÊ TAMBÉM: Ford GT90: o «todo-poderoso» que nunca chegou a ser produzido
Modelos Ford em aço inoxidável
Ford Deluxe Sedan, Lincoln Continental Convertible e Ford Thunderbird © Worldwide Auctioneers

E assim se decidiu construir seis unidades do Ford Deluxe Sedan, durante 1936, em aço inoxidável e não foram só para show. Entregues aos executivos da Allegheny Ludlum Steel, cada um destes seis Ford Deluxe Sedan acumulou mais de 200 mil milhas (mais de 320 mil quilómetros) durante os 10 anos que estiveram em serviço, comprovando a durabilidade do material.

Destes seis modelos, quatro sobrevivem hoje, e o Ford Deluxe Sedan que vai a leilão ainda estava na posse da  Allegheny Ludlum, agora denominada Allegheny Technologies.

A parceria entre as duas empresas não se ficou por aqui, regressando na década de 60, dando origem a mais dois modelos em aço inoxidável.

O primeiro, um Ford Thunderbird de 1960 foi produzido em duas unidades, com a carroçaria a ser formada em aço inoxidável T302. A durabilidade do material ficou também comprovada pelos seus… escapes. Feitos também em aço inoxidável, ainda são os originais montados em 1960, com cada uma das duas unidades a acumular mais de 100 mil milhas (mais de 160 mil quilómetros).

O segundo, um Lincoln Continental Convertible de 1967 foi produzido em três unidades. A intervenção neste modelo foi mais modesta, ao só ter substituído os painéis da carroçaria em aço por aço inoxidável.

Modelos Ford em aço inoxidável © Worldwide Auctioneers
VÊ TAMBÉM: Audi mostra as diversas formas do alumínio desde 1923

Trio será leiloado em conjunto

Os três exemplares das imagens serão leiloados como um conjunto ou coleção. O leilão, organizado pela Worldwide Auctioneers, ocorrerá no próximo dia 5 de setembro em Auburn, Indiana, EUA. Não existe preço de reserva.

"São artefactos extraordinários de uma dinâmica era de inovação tanto da indústria automóvel como do aço na América. Após terem sido os custódios até agora, a Allegheny Ludlum acredita que estes modelos merecem tomar o seu lugar numa coleção significativa ou num museu, onde podem ser mais apreciados pelas próximas gerações num contexto de coleção automóvel, e nós estamos honrados por nos terem confiado com a sua venda."

Worldwide Auctioneers

A equipa da Razão Automóvel continuará online, 24 horas por dia, durante o surto de COVID-19. Segue as recomendações da Direção-Geral de Saúde, evita deslocações desnecessárias. Juntos vamos conseguir ultrapassar esta fase difícil.

Sabes responder a esta?
Qual o mais potente Ford de estrada de sempre?
Não acertaste.

Mas podes descobrir a resposta aqui:

Guiámos o Ford Mustang Shelby GT500, uma “fera” com 760 cv

Mais artigos em Notícias