Apresentação

O elétrico mais barato da Europa? Muito provavelmente será o Dacia Spring electric

Destinado tanto a clientes particulares como a serviços de car-sharing, o Dacia Spring electric promete ser o automóvel 100% elétrico mais barato da Europa.

Chama-se Dacia Spring electric e é o protótipo que antecipa a entrada da Dacia num mercado pouco conhecido pelos preços acessíveis: o dos modelos 100% elétricos.

Visualmente, o Dacia Spring electric não surpreende ninguém. Tal como se esperava, é baseado no Renault City K-ZE (que por sua vez é baseado no Renault Kwid), um modelo 100% elétrico destinado aos mercados emergentes.

Face ao modelo no qual se baseia, o Dacia Spring electric apresenta uma grelha específica e faróis em LED à frente e atrás. Na traseira estes formam um duplo “Y” e antecipam a futura assinatura luminosa dos modelos da Dacia.

VÊ TAMBÉM: Desde o Duster 1.3 TCe ao Sandero Bi-Fuel. Testámos as novidades Dacia
Dacia Spring electric

O que já sabemos?

Apesar de ainda não haver imagens do interior, a Dacia revelou que o Spring electric apenas terá quatro lugares. Já em termos técnicos, os dados revelados são bastante escassos.

Assim sendo, não sabemos qual será a sua potência, a capacidade da sua bateria nem as suas prestações. O único dado divulgado pela marca romena foi a autonomia que, segundo a Dacia, será de cerca de 200 km já de acordo com o ciclo WLTP.

VÊ TAMBÉM: DACIA DUSTER 1.5 dCi 4×4. BOM ou apenas BARATO?

Com chegada prevista para 2021, o Dacia Spring electric promete ser o automóvel 100% elétrico mais acessível da Europa (quadriciclos como o Citroën Ami não incluídos).

Para já ainda não se sabe quanto é que o Spring electric deverá custar (nem se este será mesmo o seu nome). O que já se sabe é que para além dos clientes particulares a Dacia pretende também conquistar as empresas que fornecem serviços de mobilidade com o seu primeiro modelo 100% elétrico.

Sabes responder a esta?
Em que ano é que o Autobianchi A112 Abarth deixou de ser produzido?
Não acertaste.

Mas podes descobrir a resposta aqui:

Estes Abarth não derivaram de modelos Fiat

Mais artigos em Notícias