Tecnologia

Conhece os robots que “dão o nome” aos carros da SEAT

Não, os robots colaborativos não escolhem os nomes dos SEAT. No entanto, fazem de Martorell uma fábrica inteligente, digitalizada e conectada.

Inaugurada há 25 anos e depois de já lá terem sido produzidos 10 milhões de veículos, Martorell, a maior fábrica de automóveis em Espanha e berço de diversos modelos da SEAT, continua a evoluir. A sua mais recente aquisição são dois robots colaborativos.

Estes robots colaborativos encontram-se dos dois lados da linha de produção e a sua função é simples: colocar dois tipos de lettering. O do lado esquerdo seleciona e coloca os nomes Ibiza e Arona consoante o modelo que passa pela linha. Já o do lado direito coloca as siglas FR nas unidades que têm este acabamento.

Dotados de um sistema de visão artificial, os dois robots contam com uma “mão” que permite fixar os diferentes tipos de letras com ventosas, retirar o papel protetor traseiro, colar o lettering ao carro aplicando a força necessária, retirar o protetor frontal e deitá-lo num contentor para reciclagem.

VÊ TAMBÉM: Este é o plano da SEAT para dinamizar o GNC
SEAT Martorell
Os robots colaborativos permitem instalar o lettering que identifica os modelos, sem que a linha de montagem pare.

Martorell, uma fábrica para o futuro

A adoção destes dois robots colaborativos capazes de se adaptar a qualquer alteração na velocidade da linha de produção e de instalar o lettering enquanto o veículo se move ao longo da linha de montagem é mais um passo em direção na transformação da fábrica de Martorell numa smart factory.

Atualmente a fábrica de Martorell tem cerca de 20 robots colaborativos nas áreas de montagem que apoiam o trabalho na linha, especialmente em trabalhos ergonomicamente complicados para os funcionários.

Na SEAT estamos a avançar de forma constante para estar na vanguarda da inovação. Os robots colaborativos permitem-nos ser mais flexíveis, mais ágeis e mais eficientes, e são mais um exemplo do nosso firme compromisso em continuar a ser uma referência na Indústria 4.0

Rainer Fessel, diretor da fábrica de Martorell

No total, a unidade fabril da SEAT conta com mais de 2000 robots industriais que em conjunto com os 8000 trabalhadores da fábrica permitem produzir 2400 veículos por dia, ou seja, um carro a cada 30 segundos.

Sabes responder a esta?
Em que ano surgiu o primeiro modelo da SEAT?
Não acertaste.

Mas podes descobrir a resposta aqui:

O primeiro SEAT da história faz 65 anos
Em cheio!!
Vai para a próxima pergunta

ou lê o artigo sobre este tema:

O primeiro SEAT da história faz 65 anos

Mais artigos em Notícias

Os mais vistos