Autopédia

Podes arrancar em segunda velocidade? Depende…

De certeza que já te perguntaste se podias ou não arrancar em segunda velocidade. Poder até podes, mas em alguns tipos de transmissões não deves.

Quando tiraste a carta ensinaram-te que para arrancar é sempre em primeira velocidade. Mas será que é mesmo assim, ou também podes arrancar em segunda velocidade sem estar a arriscar uma conta astronómica na oficina?

Vamos por partes. Se podemos arrancar em segunda, sim, podemos, mas vai depender do tipo de transmissão que equipa o teu carro, ou se estás parado numa inclinação.

Nas caixas automáticas

Se tiveres um carro de caixa automática não há grande problema, aliás, há marcas que equipam os seus modelos com modos próprios para situações de piso escorregadio em que o arranque é feito em segunda.

Tudo isto porque este tipo de caixa não usa embraiagem mas sim um conversor de binário que recorre a um fluído hidráulico para lidar com as diferenças de velocidade entre o volante motor e a transmissão.

Por isso podes arrancar em segunda nestes carros (terás de colocá-la em modo manual) pois não tens de te preocupar em estar a gastar embraiagem, sendo que o pior que pode acontecer é o fluído sobreaquecer.

E os carros manuais?

Nos carros manuais sempre que arrancas é a embraiagem que, através de fricção, tem de suportar o diferencial de velocidade entre o volante-motor e as rodas (via transmissão), até que a velocidade de ambas as partes sejam equivalentes.

Mesmo arrancando em primeira, haverá sempre alguma fricção e consequente desgaste da embraiagem (o escorregar da embraiagem). Mas arrancar em segunda velocidade aumenta ainda mais o desgaste, já que prolongamos o período de tempo de fricção.

No entanto não entres em pânico a pensar que já “queimaste” a embraiagem ao arrancar em segunda. Apesar de ser desaconselhável ela está preparada para suportar estes esforços, no entanto quanto menos a esforçares mais vai durar.

VÊ TAMBÉM: Ferruccio vs Enzo: as origens da Lamborghini

E as caixas de dupla embraiagem?

Se o teu carro tem uma caixa de dupla embraiagem os conselhos relativos à caixa manual também se aplicam a ti. Apesar de dispor de um sistema com duas embraiagens e de até algumas variantes usarem óleo para ajudar a reduzir a fricção, o ideal é arrancar também sempre em primeira para evitares desgastar em excesso uma das embraiagens.

Quando é que posso arrancar em segunda?

Com uma caixa manual, podes arrancar em segunda velocidade quando em descida, aproveitando a inclinação, ou melhor, a gravidade, para garantir a rotação das rodas e consequentemente, transmissão, evitando o sobre-esforço da embraiagem.

Em pisos escorregadios, como neve, para evitar o patinar das rodas, podemos também usar a segunda velocidade, já que o binário transmitido às rodas será inferior do que em primeira velocidade. No entanto, é preferível recorrer, também neste cenário, à primeira velocidade — cujo propósito é mesmo colocar o carro em movimento —, gerindo a carga no acelerador com um pouco mais de sensibilidade no pé direito.

Fonte: Engineering Explained

Sabes responder a esta?
Em que ano foi lançado o primeiro Suzuki Jimny?
Não acertaste.

Mas podes descobrir a resposta aqui:

Já conhecias o primeiro Suzuki Jimny?
Em cheio!!
Vai para a próxima pergunta

ou lê o artigo sobre este tema:

Já conhecias o primeiro Suzuki Jimny?

Mais artigos em Autopédia

Os mais vistos