CES 2018

Nissan. Tecnologia B2V liga o teu cérebro ao carro

E se fosse o teu cérebro a comandar, directamente, o teu carro? A Nissan diz que é possível e até promete apresentar a tecnologia, já no próximo CES.

Procurando redefinir aquilo que será o automóvel do futuro, ou o futuro do automóvel, a Nissan acaba de anunciar, já para a próxima edição da mais importante feira de tecnologia realizada no continente americano, o Consumer Electronics Show 2018, uma nova tecnologia, que visa tornar direta a relação entre o cérebro do condutor e o automóvel. O seu nome? “Brain-to-Vehicle”, ou B2V.

Nissan Brain-to-Vehicle 2017

Procurando, de certa forma, reformular a forma como o Homem se relaciona com a Máquina, isto numa época em que no horizonte surgem já os carros 100% autónomos, nos quais o ser humano surge, não raras vezes, remetido à mera figura de passageiro, esta nova abordagem tecnológica funciona através da utilização de uma espécie de capacete, que o condutor coloca na cabeça. E que, por sua vez, lê os sinais neurológicos, relacionados com a condução, provenientes diretamente do cérebro.

RELACIONADO: Segunda geração do Nissan Leaf já pode ser encomendada

Nissan B2V: Antecipar, detetar e agir

Baseada nos princípios da Antecipação e Deteção, a tecnologia consegue, assim, antecipar uma reação física da parte do condutor, antes mesmo desta se iniciar. Fazendo, inclusivamente, com que as próprias ajudas à condução, necessárias em determinada situação, possam ser despontadas mais cedo. Como Danielle Schillaci, principal responsável pelas vendas globais e de marketing na Nissan Motor Co., refere:

“A maior parte das pessoas, quando pensa em condução autónoma, descreve uma visão muito impessoal do futuro, em que os humanos simplesmente entregam o controlo às máquinas. No entanto e com a tecnologia B2V, o que se passa é exatamente o oposto, já que utilizam-se os sinais cerebrais do Homem, para tornar a condução ainda mais excitante e agradável”

Nissan Brain-to-Vehicle 2017

Tecnologia B2V pode funcionar até como relaxante

Segundo o Dr. Lucian Gheorghe, investigador sénior no Centro de Pesquisa da Nissan, no Japão, a tecnologia B2V pode, inclusivamente, utilizar a realidade aumentada, como forma de reproduzir aquilo que o condutor vê. Ajudando, assim, a criar um ambiente mais relaxante a bordo.

“O potencial de aplicações desta tecnologia é incrível! Sendo que esta pesquisa funcionará como um catalisador, com vista à aplicação, nos próximos anos, de muitas mais inovações, nos automóveis Nissan”, comenta o mesmo investigador.

Nissan Brain-to-Vehicle 2017

De resto e de acordo com o fabricante, a aplicação desta tecnologia deverá permitir que o veículo consiga reagir a qualquer situação percepcionada pelo condutor, cerca de 0,2 a 0,5 segundos mais rápido que a própria pessoa que está aos comandos.

Sabes responder a esta?
Quantas unidades do Ferrari LaFerrari Aperta foram produzidas?
Não acertaste.

Mas podes descobrir a resposta aqui:

Oportunidade única. Ferrari LaFerrari Aperta com apenas 62 km à venda

Mais artigos em Notícias

Os mais vistos