A visão da Ferrari para o Fórmula 1 do futuro

A Fórmula 1 procura reinventar-se, e a Ferrari aproveitou a deixa para revelar a sua visão para os monolugares do futuro.

Discussões entre as equipas de Fórmula 1 e o grupo estratégico da modalidade, incluindo Jean Todt, presidente da FIA, e Bernie Ecclestone estão a ser orientadas no sentido de criar uma Fórmula 1 mais espectacular e mais rápida.

Os regulamentos excessivos, a “castração” mecânica que abafou os gritos das máquinas e o aspecto dos actuais monolugares de Fórmula 1 retiraram grande parte da atracção à disciplina. As audiências continuam a cair, implicando, obviamente, menos receitas, pelo que a relevância destas discussões torna-se imperativa.

ferrari-f1-future-2

Desses encontros têm saído possibilidades deveras intrigantes, com os F1 da era turbo nos anos 80 a parecerem as musas inspiradoras paras as alterações propostas, com foco na espectacularidade. Aumentos de potência para os 1000cv, carros mais largos e rodas mais generosas são alguns dos ingredientes em discussão.

RELACIONADO: A «era dourada» da Fórmula 1

E, mais a longo prazo, discute-se alterações substanciais ao desenho dos novos automóveis. Olhe-se para um F1 actual e percebe-se que já tiveram melhores dias. As polémicas a envolver os narizes dos monolugares são por demais conhecidas. E se querem realmente cativar antigos e novos adeptos para a modalidade, o aspecto da máquina é incontornável.

Em reunião recente deste grupo estratégico, McLaren e Red Bull apresentaram propostas conceptuais, das quais, infelizmente não disponibilizaram imagens. No entanto, a Ferrari, na esperança de alimentar o debate das mudanças necessárias que a modalidade necessita, disponibilizou duas imagens da sua visão para um F1 do futuro.

ferrari-f1-future-3

E o resultado é marcante. Desenhado pelo departamento de design da Ferrari em colaboração com o departamento aerodinâmico da sua própria Scuderia, o resultado é visualmente bem mais excitante, apesar de ter ainda em consideração conceitos gerais dos actuais regulamentos, pelo que a sua implementação possa ser considerada plausível.

Entre os elementos que mais se destacam dos sketches fornecidos, a dupla asa dianteira, a carroçaria de contornos mais fluidos e uma asa traseira simplificada alteram de forma substancial, e para melhor, a estética da máquina.

Mais intrigante é a forma como o capacete do piloto parece simplesmente encaixar na carroçaria, como se fizesse parte desta. O resultado final é o de um desenho mais assertivo, coeso e fluido e definitivamente mais cativante e excitante do que qualquer coisa que possamos encontrar hoje. É este o caminho para a redenção da Fórmula 1?

Mais artigos em Sem categoria

Os mais vistos

Pub