Seat Leon X-PERIENCE 1.6 TDI: ir mais além

Fomos testar a Seat Leon X-PERIENCE na versão 1.6 TDI de 110cv. Uma espanhola de espírito aventureiro, versátil e familiar que não compromete em nenhum plano.

A Seat decidiu vestir a carrinha Leon ST de «alto a baixo» com equipamento de aventura, leia-se: pára-choques mais proeminentes, maior altura ao solo (270mm) e um sistema de tração integral Haldex de última geração (4Drive). Desta mescla de novidades nasceu a Seat Leon X-PERIENCE, um modelo que agrada tanto em termos visuais como em estrada.

RELACIONADO: Rei Filipe de Espanha é surpreendido com o seu primeiro carro: um Seat Ibiza

As mudanças face à versão ST que lhe está na génese podem até nem ser muitas, mas somadas fazem toda a diferença. É o caso do interior forrado a pele e alcântara que contribui para uma sensação geral de qualidade superior e também para um maior apelo à aventura, ao recordar alguns equipamentos usados em atividades ao ar-livre. Para reforçar que estamos a bordo de uma versão especial da gama Leon, a marca X-PERIENCE surge um pouco por todo o lado no habitáculo.

Ainda no interior, os 270mm a mais de altura ao solo da X-PERIENCE face à ST, quase nos fazem acreditar que estamos ao volante de um modelo SUV. Devo dizer que antes de testar a Seat Leon X-PERIENCE, julgava que esta maior altura ao solo implicaria um desempenho dinâmico menos acutilante.

Julguei mal. A Seat estudou muito bem a dureza das molas e conseguiu alcançar um excelente compromisso entre dinâmica e conforto. Compromisso a que não será alheia a adoção de uma arquitetura de suspensões multilink na traseira, que lida de forma independente com as forças longitudinais e transversais.

Seat Leon Xperience 1.6 TDI-001

Depois, há ainda o bónus do sistema de tração integral 4Drive de embraiagem multidisco com atuação hidráulica e controlo eletrónico – vulgo, Haldex – que consegue gerir a tração das quatro rodas de forma independente, podendo enviar até 50% do binário para as rodas traseiras, ou em casos extremos até 100% para uma só roda graças ao diferencial eletrónico XDS.

Assim sendo, por um lado não se perderam aptidões dinâmicas em asfalto, e por outro ganhou-se uma verdadeira capacidade para avançar em terrenos complicados. Bem jogado, Seat Leon X-PERIENCE!

Perante estas credenciais dinâmicas (sistema 4Drive, diferencial XDS, chassi MQB e suspensão multilink) quando puxamos pelo motor 1.6 TDI de 110cv sentimos falta de uns «cavalinhos» extra. Mas em utilização normal, esta motorização é mais do que suficiente (184 km/h de velocidade máxima e 11.6 segundos dos 0-100km/h).

Recordamos que estamos perante a mais recente versão do motor 1.6 TDI do grupo Volkswagen, que agora surge aliada a uma caixa de 6 velocidades. Um motor que é disponível desde baixas rotações, desenvolve com vontade e não se faz rogado a viagens acima do limite legal de velocidade. Com o porta-malas cheio (587 litros) e lotação esgotada, os ânimos têm de refrear, mas não compromete.

Seat Leon Xperience 1.6 TDI-14

Nota positiva para os consumos. Sem grandes preocupações com a poupança de combustível, é possível conseguir médias de 6.4 litros/100km. Depois de uma aula de Yoga é possível fazer melhor, mas prefiro apontar a números alcançáveis em condições reais de utilização.

Em suma, a Seat Leon X-PERIENCE é uma proposta familiar muito competente. Capaz de abraçar com a mesma competência uma ida à neve, à praia, ao super-mercado ou uma viagem. É esta polivalência, aliada à imagem distinta e a uma lista de equipamento bastante completa, que justificam os 32.771 euros pedidos pela Seat.

Fiquem com a galeria completa:

Segue a Razão Automóvel no Instagram e no Twitter

Mais artigos em Testes

Os mais vistos

Pub