Volkswagen T-Roc. O SUV «made in Portugal» em 5 pontos essenciais

A ofensiva SUV da Volkswagen continua. Depois do Tiguan, o Volkswagen T-Roc será a próxima aposta da marca alemã. Um modelo com selo «made in Portugal».

Olhem para o Volkswagen T-Roc como uma versão SUV do Golf. Então e o Tiguan? Nesta segunda geração o Tiguan foi promovido. Devido ao aumento das cotas exteriores e interiores, o Tiguan está agora mais próximo do Passat do que do Golf.

Graças a estas mudanças, a Volkswagen conseguiu ganhar espaço na sua gama para a adição de mais um modelo. Em 2019 espera-se o lançamento de outro SUV, de menores dimensões com base no Polo.

Passados três anos desde a apresentação do primeiro concept, fazemos a antevisão do modelo de produção que, como sabem, vai ser fabricado na Autoeuropa, Palmela.

1 | Como será o Volkswagen T-Roc?

A base de partida é a mesma do Volkswagen Golf, falamos da conhecida plataforma MQB . Quanto ao design, a musa inspiradora será o concept car apresentado há três anos (nas imagens). Naturalmente, a carroçaria de três portas com teto “targa” vai dar lugar a uma versão mais “tradicional” de 5 portas e capota fixa.

Do T-Roc Concept, a versão de produção deverá manter as formas da secção dianteira, particularmente a grelha em favos, a secção traseira com linhas bem vincadas e o tejadilho em tons mais escuros que a carroçaria.

Volkswagen T-Roc

No habitáculo, a marca alemã sugere que o seu próximo SUV será pautado pelo espaço interior – o protótipo em fase de testes tem 412 litros de capacidade de bagageira. Em termos estéticos e tecnológicos, deverá recorrer às soluções adotadas no renovado Golf.

2 | Quando chega ao mercado?

A marca alemã confirmou a apresentação do T-Roc para o Salão de Frankfurt, já em setembro. A chegada ao mercado está prevista para o último trimestre deste ano.

Volkswagen T-Roc

3 | Quais são os principais concorrentes?

Tendo em conta os 4.23 m de comprimento, 1.82 m de largura e 1.54 m de altura dos protótipos de testes, a versão de produção do Volkswagen T-Roc é mais pequena do que o SEAT Ateca e que o Volkswagen Tiguan. Em termos de volumetria será semelhante ao Audi Q2. Ainda assim, o Volkswagen T-Roc assume-se como um SUV do segmento C.

4 | E o leque de motores?

Como seria de esperar, o novo T-Roc vai recorrer às motorizações que já conhecemos da gama Golf. É esperada uma gama de motores composta por três opções a gasolina e duas Diesel. A saber: 1.0 TSI de 115 cv, 1.5 TSI de 150 cv, 2.0 TSI de 190 cv, 1.6 TDI de 115 cv e por fim o 2.0 TDI de 150 cv.

5 | Quanto vai custar?

A pergunta de 1 milhão euros. Ou melhor… 27 mil euros. É este o preço de entrada (gasolina) estimado para o Volkswagen T-Roc, que poderá ir até aos 42 mil euros na versão 2.0 TSI de 190 cv de potência. Do lado da oferta Diesel, o SUV deverá estar disponível a partir dos 30 mil euros.

Segue a Razão Automóvel no Instagram e no Twitter

Pub