Solo R é um monolugar elétrico de olhos postos na performance

O Salão de Vancouver, no Canadá, traz-nos esta semana não uma mas sim duas novidades 100% elétricas. O 3-wheeler Solo R é uma delas.

A Electra Meccanica é uma pequena marca canadiana fundada em 2015 que, como tantas outras marcas recém criadas, está a apostar nos veículos elétricos. Mas os modelos da Electra destacam-se pelo baixo peso, baixo centro de gravidade, e no caso do Solo (em baixo), por ter apenas três rodas.

As primeiras unidades do Solo ainda não saíram das linhas de produção – as primeiras entregas estão previstas para o primeiro trimestre do próximo ano – mas a Electra já tem os olhos postos nos próximos modelos. Um deles é precisamente a versão desportiva do Solo, o Solo R (em destaque).

Em relação ao modelo base, o Solo R recebeu pneus de competição, novas jantes, um sistema de travagem melhorado e, o mais importante, um novo pack de baterias. Para já, as prestações mantêm-se no segredo dos deuses, mas tendo em conta os 8 segundos (dos 0-100 km/h) e 120 km/h (de velocidade máxima) da versão base, são de esperar números mais competitivos.

VEJAM TAMBÉM: NIO EP9. O elétrico mais rápido do Nürburgring

Além do Solo R, a Electra Meccanica aproveitou a oportunidade para apresentar os desenhos de um modelo completamente novo, e que dá pelo nome de Tofino. Como podem ver em baixo, este roadster elétrico com um estilo mais desportivo – parecendo um cruzamento entre um Mazda MX-5 e um Porsche -, aposta também na performance: a marca anuncia acelerações dos 0-100 km/h em menos de 7 segundos e uma velocidade máxima de 200 km/h. Já a autonomia fixa-se nos 400 km (num único carregamento).

Tofino Solo R

Quanto ao preço, a Electra Meccanica está a pedir 50,000 dólares canadianos, o que equivale a cerca de 35 mil euros, e as primeiras entregas estão previstas para 2019.

Segue a Razão Automóvel no Instagram e no Twitter

Pub