É assim que funciona o sistema de deteção de peões do novo Ford Fiesta

17/03/2017
359 views
Share Button

A nova geração do Ford Fiesta, apresentada no Salão de Genebra, estreia o mais avançado sistema de Deteção de Peões da Ford.

Como sabemos, a fraca visibilidade é um dos problemas da condução noturna. Foi a pensar nisso que a Ford vai estreou na nova geração do Fiesta uma tecnologia de deteção de peões que pode aplicar automaticamente os travões, caso o condutor não responda aos avisos iniciais.

 “Sabemos que alguns condutores acham uma experiência stressante conduzir à noite. Especialmente em meio urbano, os peões – por vezes distraídos ao telemóvel – podem, sem aviso, atravessar a estrada, deixando muito pouco tempo – mesmo aos condutores atentos – para evitar um acidente. Tanto de dia como à noite, o sistema de detecção de peões da Ford identificará as pessoas que já estão – ou estão prestes a entrar – na estrada.”

Gregor Allexi, engenheiro de segurança da Ford Europa

Como funciona

O sistema de Detecção de Peões processa informação a partir de um radar localizado no para-choques e de uma câmara montada no para-brisas. A base de dados de “perfis de peões” permite ao sistema distinguir entre pessoas e objetos, tais como árvores ou sinais de trânsito. A câmara capta mais de 30 fotografias por segundo, e o amplo ângulo de visão permitem que o sistema detete os peões mesmo em condições de baixa luminosidade, apenas com a luz dos faróis dianteiros.

deteção

Caso o sistema detete uma colisão iminente com um peão, emite primeiro um aviso sonoro e visual para alertar o condutor. Se o condutor não responder, o sistema aplica automaticamente os travões.

Para conseguir que esta tecnologia funcione em condições de baixa luminosidade, a equipa de desenvolvimento da Ford trabalhou (à noite, claro) com dummies de tamanho real em circuitos fechados, e testou o sistema em estradas públicas de cidades congestionadas, como Paris e Amesterdão.

Segue a Razão Automóvel no Instagram e no Twitter