Para que servem as marcas vermelhas no velocímetro?

Os velocímetros da maioria dos automóveis apresentam uma marca vermelha aos 50 km/h. Para quê? É a pergunta que se impõe.

Alvo de intermináveis divagações pela internet fora, podemos desde já afirmar que as marcas vermelhas presentes em inúmeros velocímetros, não se tratam de shift points – ou seja, de momentos ideais para a troca de mudança. Alguns automóveis, além da marca nos 50 km/h, acrescentam outras aos 30, 90 e 130 km/h.

Para que servem estas marcas?

Servem para ser mais fácil identificar se circulamos dentro dos limites de velocidade ou não. Estas marcas são auxílios visuais para o condutor cumprir esses mesmos limites.

Sim, em Portugal, o limite máximo de velocidade é de 120 km/h, mas em países como a Alemanha e França, onde estão sediados uma série de grandes construtores, o limite é de 130 km/h. Os restantes limites são partilhados por vários países europeus, portanto não há discrepâncias.

Mercedes Classe E interior

Os 50 km/h são o limite de velocidade em áreas urbanas mais comum por essa Europa fora. Os 30 costumam aparecer em zonas mais sensíveis, como escolas, e os 90 km/h costumam ser a norma para as estradas nacionais.

A NÃO PERDER: Conhece todos os segredos da «nova pérola» da Toyota

Seria incomportável e até um pesadelo logístico produzir painéis de instrumentos personalizados para cada mercado, pelo que é natural existirem discrepâncias. Futuramente, com os painéis de instrumentos electrónicos a ganharem destaque nos interiores, algumas destas pequenas questões poderão ser resolvidas. Respondida esta questão que assombrava a vida de muitos automobilistas, já podemos finalmente dormir descansados.

Fonte: Quatrorodas

Segue a Razão Automóvel no Instagram e no Twitter

Pub