2016 foi ano de crescimento para a Mazda

A marca nipónica continua a crescer no mercado europeu e especialmente no mercado nacional.

Pelo quarto ano consecutivo, a Mazda voltou a registar um crescimento de vendas na Europa na ordem dos dois dígitos, com cerca de 240.000 veículos vendidos, o que corresponde a um aumento de 12% em volume face ao ano de 2015.

A nível nacional, o crescimento foi ainda mais expressivo. Portugal registou o maior crescimento em 2016 entre os mercados nacionais, com um aumento de 80%, superando os mercados de Itália (53%) e da Irlanda (35%). No que toca aos modelos em si, os SUVs mantêm-se como os modelos mais populares. O Mazda CX-5 foi de novo o modelo mais popular da marca nipónica no velho continente, seguindo-se o mais compacto CX-3. Em conjunto, os dois modelos representaram quase metade do volume de vendas da marca.

A NÃO PERDER: Mazda diz “não” ao RX-9. Estes são os motivos.

“Quando vejo estes quatro anos consecutivos de forte crescimento, penso, acima de tudo, no CX-5. Foi ele quem deu início à atual geração de modelos Mazda premiados, introduzindo a tecnologia SKYACTIV e o design KODO. Rapidamente se tornou no nosso modelo mais vendido e ainda o é, apesar de ser, presentemente, a proposta mais antiga da nossa atual gama.”

Martijn ten Brink, Vice-Presidente de Vendas da Mazda Motor Europe

Em 2017, a Mazda vai lançar em janeiro o novo Mazda6, ao que se seguirão os novos CX-5, Mazda3 e MX-5 RF.

Segue a Razão Automóvel no Instagram e no Twitter

Pub